Obras de reforma e ampliação da Maternidade Municipal Alzira Reis começam em agosto

A reforma da Maternidade Municipal Alzira Reis teve sua ordem de início das obras assinada ontem (27) pelo prefeito Axel Grael. A unidade será uma das estruturas mais modernas do estado com capacidade de atendimento ampliada em 30%. O atendimento não será interrompido durante as intervenções, que têm prazo de conclusão de 12 meses.

“Essa assinatura de início das obras é um momento muito marcante, tanto pela história desta unidade, como pela importância dessa reforma para o atendimento na cidade. É uma obra que traz vários conceitos novos, com soluções sustentáveis. O mais importante é que vamos avançar na luta pelo parto saudável com essa nova unidade, ampliada para receber mais mulheres”, afirmou o prefeito.

Fotos: Douglas Macedo



Em 17 anos de maternidade, já foram realizados mais de 70 mil atendimentos, 25 mil internações e 24 mil partos. O prefeito Axel Grael destacou a importância da Alzira Reis para o município.

A maternidade contará com leitos de recuperação pós-anestésica e toda estrutura de apoio a estes procedimentos. Na ala de internação, cinco novos ambientes serão planejados para a realização de pré-parto, parto e pós-parto. A superintendente executiva de Saúde, Camilla Franco, lembrou que a maternidade é especializada em parto normal humanizado.

“Hoje a unidade já desenvolve um trabalho de muita qualidade para o acolhimento à gestante. Essas mudanças vão trazer uma nova ambiência para a prestação do serviço. Vamos trazer uma nova forma de nascer na Maternidade Alzira Reis”, disse.


O vice-prefeito, Paulo Bagueira, lembrou que, para permitir a realização da obra, a Prefeitura de Niterói e o Governo do Estado assinaram um termo de cooperação para a cessão da área.

“Esta reforma vai permitir que o município possa atender com ainda mais qualidade as mães e os bebês de Niterói. Certamente será um equipamento muito importante para a nossa cidade”, disse.

Fotos: Douglas Macedo



Será implantada uma Unidade de Cuidados Intermediários para recém-nascidos, com seis berços em ambiente equipado e planejado. O projeto também contempla atenção aos ambientes de acolhimento, com salas específicas para os exames de ultrassonografia, ecocardiograma e análises clínicas; leitos de observação para avaliação da indicação de internação; além de ambientes planejados para estar de acompanhantes e para as atividades de apoio ao aleitamento.

Também será substituída toda a infraestrutura predial, com redimensionamento de instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, inclusão de sistemas de ar condicionado em toda a edificação, atendimento por grupo-gerador para fornecimento de energia, sistema de controle por câmeras de segurança e implantação de rede de lógica integrando todos os serviços através de sistema de informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 18 =