Obras de alargamento da Rua Paulo Alves ficam prontas em dezembro

Estratégica no escoamento do trânsito entre a Zona Sul e o Centro de Niterói, as obras de alargamento da Rua Doutor Paulo Alves, no Ingá, foram vistoriadas na manhã de terça-feira (10) pelo prefeito Rodrigo Neves, que estava acompanhado de uma equipe técnica e de secretários. Ele ressaltou que o projeto é muito importante porque integra um plano de mobilidade para a cidade, inclusive com calçadas ampliadas para cegos ou pessoas com baixa definição visual, além de um novo paisagismo, que valorizará o bairro. A via também vai ganhar iluminação de LED. A obra está orçada em cerca de R$ 4,4 milhões, com previsão de conclusão em dezembro.

“Niterói ficou muitos anos, mais de 40 anos, sem investimento em infraestrutura de mobilidade. A última grande obra para melhorar a mobilidade e circulação na cidade foi feita na década de 70. O túnel ligando São Francisco a Icaraí, quando Niterói tinha cerca de 30 mil veículos, e hoje temos mais de 300 mil”, afirmou Rodrigo Neves através de uma live.

Ele acrescentou que a cidade está dando conta do passivo de investimento de infraestrutura de mobilidade, lembrando a obra do Túnel Charitas-Cafubá, a “lenda urbana da história da cidade, que foi retirada do papel”, além da nova Avenida Marquês do Paraná, falada há mais de 40 anos, “desde a inauguração da Ponte Rio-Niterói, que melhorou a circulação na Avenida Roberto Silveira, na chegada a Niterói. Além dessas obras, Neves citou ainda a duplicação da Avenida do Contorno e os mergulhões da Avenida Marquês do Paraná e da Praça Renascença.

“E a gente está aqui na Rua Doutor Paulo Alves, porque esse projeto é muito importante para melhorar a circulação de quem vem da Praia de Icaraí, do Gragoatá, e da Rua Presidente Pedreira, para quem vai para o Centro de Niterói, vindo da Zona Sul”, afirmou, acrescentando que o cronograma da obra está sendo cumprido.

Desapropriação de imóveis – Rodrigo Neves disse ainda que foi realizado com êxito o processo de desapropriação de imóveis para a demolição e alargamento da via. A previsão é que o trabalho de demolição dos seis imóveis entre as ruas Tiradentes e Casimiro de Abreu seja finalizado em novembro

“É um absurdo, porque isso aqui estava assim há 15, 20 anos. Estamos demolindo todos esses imóveis e até o final de dezembro a gente tem uma nova Paulo Alves, com mobilidade de circulação e com alargamento de faixas”, afirmou.

De acordo com o projeto, o alargamento vai desafogar o recuo dos ônibus, sobretudo nas imediações do Hotel H, e do supermercado Pão de Açucar, onde havia um problema de congestionamento quando os coletivos paravam na única faixa, causando retenções.

“Agora vamos ter um recuo e com isso o trânsito vai fluir quando ocorrem embarque e desembarque de passageiros para ir para o Centro e a Rua Fagundes Varela. Vamos concluir a demolição dos imóveis, que conseguimos desapropriar. A Rua Doutor Paulo Alves vai aumentar muito a fluidez”.

Durante a vistoria, também foi anunciado que todo o cabeamento de telefones na via serão embutidos.

“Sempre temos um problema da área de energia elétrica, com a concessionária, mas vamos reduzir muito o número de fiação aqui”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 3 =