O Teatro da UFF entra no ritmo de Carnaval

O Teatro da UFF entra no ritmo de Carnaval com o espetáculo infantil ‘Orfeu, o menino que sonhava em samba’, em curta temporada no Teatro da UFF, de 4 a 19 de fevereiro, sempre às 16h. Já nos dias 7 e 8 o espaço cultural será palco do show Gomalina canta Noel.

Em ‘Orfeu, o menino que sonhava em samba’ a peça conta uma história que reúne o que há de melhor no carioca – a música, a poesia e a alegria – e os coloca tudo junto no universo infantil, trazendo o lúdico para o tema abordado. O espetáculo utiliza o recurso do samba para falar de um menino que vive aventuras fantasiosas e divertidas em busca de respostas, que surgem em seus sonhos musicados pelos grandes nomes do samba carioca e brasileiro. Dando um tom fantástico e mitológico às peripécias do herói da trama, a peça se baseia no mito de Orfeu e na sua poética adaptação de sua história para os morros cariocas, feita por Vinícius de Moraes em ‘Orfeu da Conceição’.

A junção de duas ideias: falar sobre a história do samba no Rio de Janeiro (com seus personagens e sua contribuição para a cultura popular brasileira), e contar o mito de Orfeu, inspirando-se na poesia de Vinícius, resultou no espetáculo apresentado.

A dramaturgia, direção, repertório musical e figurinos são de responsabilidade de Andréa Cevidanes, a direção musical é de Rildo Hora e o elenco conta com nomes como Aron Costa, Felipe Arouca, Fernanda Sezar, Isabela Rangel, Lucas Ferraz, Mariah Dantas, Nelson Borges e Nina Oliveira. A classificação etária é livre, o espaço tem capacidade de 344 lugares e os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada).
Já o show ‘Gomalina canta Noel’ o grupo Gomalina Clube é formado por quatro músicos (Renato Badeco, Cadu Pacheco, Rafael Tavares e Marcos Luz) e tem como principal linha de trabalho a releitura de grandes compositores da música brasileira.

Em seu espetáculo, com duração de 80 minutos, o grupo leva ao público canções de um dos maiores ícones da música brasileira, o poeta da Vila, o carioca Noel Rosa. A ideia de apresentar a música de Noel, nos dias de hoje, se manifestou pelo desejo de resgatar sua obra e levá-la a mais pessoas, visto que dentre as 256 canções compostas em sua breve vida, algumas são praticamente inéditas.

Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) e serão duas apresentações, 7 e 8, às 20h.

Já nos dias 14 a 15, também às 20h, será apresentado o show ‘Branka canta Clara’ onde o público é convidado a viajar entre os dois séculos (20 e 21), homenageando o centenário do samba, a vida de Clara Nunes, e a sua própria trajetória, na atualidade. Do século passado vem a riqueza da obra de Clara Nunes, musa eterna, fonte de inspiração para Branka, que hoje segue viagem por essa estrada, homenageando a quem desbravou esse caminho. Ambas partilham da mesma história. Começaram a carreira cantando outros gêneros musicais. Somente após mergulharem nas rodas e escolas de samba cariocas é que emergiram sambistas de corpo e alma.

Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) e o Centro de Artes da UFF fica na Rua Miguel de Frias, 9 em Icaraí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =