O Macaco da Vizinha entra em cartaz no Solar do Jambeiro

O Solar do Jambeiro apresenta no mês de agosto, em todas as sextas-feiras, às 20h, o espetáculo “O Macaco da Vizinha”. Baseada no livro homônimo do dramaturgo e escritor Joaquim Manuel de Macedo, a comédia, que estreia no dia 3 de agosto, conta a história de Marcelo, um dedicado criador de canários, e Sofia, sua esposa, insatisfeita com a falta de atenção que o marido dá ao casamento. Os ingressos custam R$ 30, a inteira, e a classificação indicativa é livre. 

Na comédia musical em dois atos, ambientada no Rio de Janeiro do final do século XIX, Sofia é uma jovem recém-casada com Marcelo, que cria canários, para a infelicidade de sua esposa. Para a moça, o marido dedica muito tempo a tal tarefa, tempo este que deveria ser investido em dedicação ao seu casamento. Para Sofia, o grande basta se dá quando Juvêncio, amigo de Marcelo, começa a cortejá-la em sua ausência. Insatisfeita, Sofia reclama a Beatriz, sua cunhada, que, por sua vez, toma as dores de Sofia e trama um plano para que Marcelo deixe de lado sua criação de canários e passe a dedicar mais tempo ao seu casamento. 

Para ajudar a contar a história, o diretor Victor Salzeda optou por utilizar música ao vivo de autoria própria e de integrantes da companhia. O espetáculo estreia no dia 3 de agosto e para os que chegarem mais cedo, a produção reserva uma surpresa: um sarau apresentado pelos próprios músicos do elenco, tocando um repertório repleto de pérolas do cancioneiro popular nacional. 

Sucesso em 2015 e 2016 no Solar do Jambeiro, o espetáculo produzido pela companhia niteroiense FABRICARTE volta ao histórico casarão niteroiense, por meio do projeto (Re)Encena, que procura resgatar produções encenadas com sucesso no Solar. Nesta nova temporada, “O Macaco da Vizinha” conta com os atores Fernanda Guerreiro, Raquel Penner, Pablo Marcell, Wanderson Bernardo, Victor Salzeda e Marcelo Mattos. Os músicos são Igor Siqueira, Felipe Fujii, Juan Paz, Mona Vilardo, Pedro Ruivo e Giovanna Sassi. 

A produção recupera um texto pouco conhecido do autor de “A Moreninha”. Nesta autêntica comédia de costumes, encenada pela primeira vez em 1885, após a morte do autor em 1882, Joaquim Manuel Macedo desenrola uma trama que abrange temas como ciúmes e o poder feminino de persuasão. 

Nascido em Itaboraí, no Estado do Rio, no ano de 1820, Manuel de Macedo formou-se em 1844 em Medicina no Rio de Janeiro e, no mesmo ano, estreou na literatura com a publicação daquele que viria a ser seu romance mais conhecido, “A Moreninha”, que lhe deu fama e fortuna imediata. Abandonou a medicina e criou uma forte ligação com Dom Pedro II e com a Família Imperial Brasileira, chegando a ser preceptor e professor dos filhos da Princesa Isabel. Macedo também atuou decisivamente na política, tendo militado no Partido Liberal, Nos últimos anos de vida padeceu de problemas mentais, morrendo pouco antes de completar 62 anos. Mesmo escrita há mais de 100 anos, a obra de Joaquim Manuel de Macedo demonstra uma atualidade surpreendente, conquistando a plateia que se identifica ou reconhece pessoas que passaram pelas situações vividas pelos personagens. 

Os ingresso custam R$ 30, a duração do espetáculo é de 75 minutos e a classificação etária é livre. O Solar do Jambeiro fica na Rua Presidente Domiciano, 195 em São Domingos. Mais informações pelo telefone (21) 2109-2222.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =