Números são favoráveis ao Brasil em confrontos contra o Peru

Neste domingo, às 17h (horário de Brasília), no Estádio do Maracanã, a Seleção Brasileira enfrenta o Peru na grande final da Copa América, e se depender das estatísticas das duas equipes até aqui na competição, os comandados de Tite levam vantagem no duelo.

Isso porque, em nove quesitos analisados, o Brasil tem números melhores que os do Peru em sete deles. O mais expressivo é o número de gols sofridos: enquanto o goleiro Alisson ainda não foi vazado, a defesa do Peru já teve de buscar a bola no fundo das redes em seis oportunidades. Cinco delas justamente na goleada por 5 a 0 sofrida para a Seleção Brasileira, ainda na fase de grupos.

A Seleção dona da casa também é uma equipe que troca mais passes. Ao todo, foram 2.612 certos, contra apenas 1.447 do Peru. E se os peruanos trocam menos passes, logo, optam mais pela ligação direta. É o que mostram os números: a equipe comandada por Gareca deu 70 lançamentos certos, contra apenas 43 do Brasil.

E quando a solução não é nem o passe e nem o lançamento, o drible surge como alternativa. E nesse quesito, os brasileiros também levam ligeira vantagem. São 28 dribles certos da Seleção Canarinho, contra 22 dos peruanos. No entanto, Everton Cebolinha e companhia não devem ter tanta facilidade na partida deste domingo. Isso porque o Peru é superior no quesito desarmes, com 79, enquanto os comandados de Tite conseguiram 73.
Além disso, o Brasil leva vantagem em cruzamentos certos (45 a 23), finalizações certas (30 a 22), gols marcados (10 a 6), e campanha: são três vitórias e dois empates contra duas vitórias, dois empates e uma derrota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *