Niterói teve 7 casos de homicídios dolosos no mês de novembro e Maricá, 8 registros

Augusto Aguiar

Dados divulgados na manhã de sexta-feira (18), pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), referentes ao mês de novembro, mostram que a cidade de Niterói apresentou 7 registros de homicídios dolosos (com a intenção de matar). De acordo com o levantamento, as ocorrências foram na Zona Sul (3), Zona Norte (2), e Região Oceânica (2). No mesmo período do ano passado foram registrados 9 casos, portanto redução de duas ocorrências.

Em Maricá, área também de cobertura do 12º BPM e da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) outros 8 registros foram feitos. Nesse caso, ocorreu aumento de quatro casos em relação ao mesmo período do ano passado.

No município vizinho de São Gonçalo, houve alta em novembro, com 31 registros de homicídios dolosos contra 20 no mesmo período do ano passado. Na soma dos meses de janeiro a novembro, ocorreu um novo crescimento dessa modalidade de crime, como 264 casos esse ano na comparação com 244 em 2019, ou seja, alta de 8,2%.

Também em relação aos mesmos dados, Niterói prosseguiu reduzindo os índices de roubos de carga, passando de 11 casos em novembro do ano passado para 8 esse ano. Na soma de 11 meses desse ano ocorreu nova redução, de 29,9%, na comparação de 164 registros em 2019 com 115 esse ano. Na cidade vizinha São Gonçalo, no mês passado foram registradas 43 ocorrências, menos da metade de casos do ano passado, que teve 87 registros. Na comparação entre os meses de janeiro a novembro, outra  importante redução, de 1.300 (em 2019) para 731 (em 2020), queda de 43,8%.

Com policiamento ostensivo e ações de patrulhamento conjuntas, Niterói ainda está mantendo a redução nos chamados roubos de rua – soma das ocorrências de roubos de coletivos, de celulares, e de pedestres. No mês passado foram 162 casos e em novembro do ano passado, 268, com queda de 39,6%. De janeiro a novembro de 2020 foram 1.904 casos na comparação com o mesmo período de 2019 (3.704), queda de 48,6%.

Em São Gonçalo a redução foi de 51,4%, na comparação de novembro de 2020 (356 ocorrências) e novembro de 2019 (733). De janeiro a novembro desse ano foram registradas 4.976 em 2020, e em 2019, 10.340, queda de 51,9%. Também, na cidade,

o roubo de veículos segue em queda, dessa vez 31,5% na comparação de 209 casos em novembro de 2020 com 305 no mesmo período do ano passado. Nos 11 meses desse ano, 4.402 registros em 2019 e 1.989 esse ano, queda de 54,8%. Em Niterói, a sequência de redução apresentou mais uma queda de 10%, na comparação de 60 casos em novembro do ano passado para 54 no mês passado.

Itaboraí e Região dos Lagos

Em Itaboraí o número de homicídios dolosos caiu em um registro na comparação entre os meses de novembro de 2019 e 2020, respectivamente 8 e 7, porém a queda mais representativa ficou no cruzamento de dados nos acumulados de janeiro a novembro de 2020 (78) e de 2019 (138), redução de 43,5%. No roubo de carga, a diminuição foi de 3 registros, respectivamente 3 e 6. Entre janeiro e novembro a redução foi de 53,3% (com 120 registros em 2019 e 56 esse ano). No que se refere aos roubos de rua, Itaboraí registrou queda de 55,4%, com 66 casos no mês passado e  e 148 no ano passado, e no acumulado redução de 1.819 (2019) para 847 em 2020, queda de 53,4%. Na sequência de redução da criminalidade na cidade, os roubos de veículo apresentaram queda de 8 registros (38 para 33 entre o ano passado e o mês passado), e diminuição de 52,2% (734 a 351 no acumulado em 2019 e 2020).

Na Região dos Lagos, ocorreu aumento de 5 registros de assassinatos, respectivamente 22 (2020) e 17 (2019) na comparação entre os meses de novembro, porém, na soma entre os meses janeiro e novembro a cidade apresentou redução de 2,4%, 210 e 205 registros. No roubo de carga, os números referentes as cidades da região seguem em baixa, com nenhum caso registrado no mês passado, contra 2 no ano passado. Na soma de onze meses, 38 registros foram realizados no ano passado contra 21 esse ano, ou seja, 17 casos a menos. Nos roubos de rua, os municípios tiveram 66 registros de ocorrência esse ano contra 136 no ano passado, redução de 51,5% e na totalização de onze meses a queda foi de 48,2% (1.700 a 880). Nos roubos de veículos, os municípios apresentam 5 casos a mais na comparação entre os meses de novembro (19 a 24), mas na soma de onze meses, houve redução de 33,1% (respectivamente 206 a 308).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − oito =