Número de recuperados de Covid-19 em Niterói cresce mais de 800%

A pandemia do coronavírus está deixando um rastro negativo por onde passa e estados e municípios de todo o País amargam estatísticas que alertam para a potencialidade do vírus. Mas na luta contra a doença, a cidade de Niterói tem motivos para comemorar. O município ultrapassou a marca dos mil curados pela doença na semana passada e desde então serve de modelo para outras cidades no combate à doença. No dia 1º de maio Niterói tinha 159 pacientes recuperados e até sexta-feira, dia 29, 1.326, um aumento de 834%. A estatística também é positiva em outros municípios como São Gonçalo e Maricá.

É claro que a luta ainda não está vencida e a corrida por uma vacina para a cura efetiva do coronavírus não para. Mas a esperança da recuperação é o que move tantas famílias nessa luta diária pela sobrevivência.

“Foi pesada a doença. Eu me recuperei muito bem e voltei às atividades normais. Eu tive um desconforto no corpo, dor de cabeça e na coluna. Tossia muito e cheguei a cuspir sangue e isso me fez ir para o hospital. Fiquei internado quatro dias, não precisei ser entubado mas eu vi a potencialidade da doença. É muito séria e tive pneumonia e tive que tomar muitos remédios forte e consegui vencer o coronavírus. Minha esposa e minha filha pegaram também mas os sintomas foram leves”, pontuou Thiago Cunha, 34 anos, músico niteroiense.

Em São Gonçalo também estão sendo registradas muitas vitórias.

“Graças a Deus estou indo para casa. E linda, gostosa e maravilhosa”, contou a aposentada Dalva de Oliveira Caldas, de 81 anos, que teve alta no último domingo (24) do Hospital Municipal Luiz Palmier, no Zé Garoto, em São Gonçalo, após ficar internada desde o dia 6.

Usando como referência o dia 6 de maio, em São Gonçalo o índice também é bom, com aumento de 334.69%. No dia 6 de maio eram 49 e no último dia 28 eram 213. Em Maricá na mesma referência eram 33 contra 70 recuperados, uma alta de 112.12%.

Nos hospitais da rede estadual o número de recuperados do coronavírus, também no dia 6, era de 7.260 pacientes, e na noite de quinta (28) foram contabilizados 31.934, aumento de 339.86%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 2 =