Novo boletim aponta piora no estado de saúde de Paulo Gustavo

Um novo boletim médico sobre o estado de saúde do ator Paulo Gustavo informou, na tarde desta segunda-feira (3) que, depois de uma melhora, o ator teve uma súbita piora no último domingo. Os médicos reduziram os sedativos e o bloqueador neuromuscular, causando o despertar do paciente que interagiu bem com a equipe profissional e com o seu marido, o médico dermatologista, Thales Bretas. Porém, à noite, de acordo com o boletim, ele teve uma súbita piora no nível de consciência e nos sinais vitais.

A equipe médica detectou uma fístula broncovenosa, que é uma abertura entre os pulmões e as veias. Por causa dessa abertura, bolhas de ar entraram na corrente sanguínea do artista, causando uma embolia, insuficiência cardíaca e lesões cerebrais. Os médicos informaram que ainda é cedo para precisar a extensão das lesões, e avaliam a possibilidade de uma nova cirurgia para fechar a fissura.

Paulo Gustavo segue precisando da ECMO, espécie de pulmão artificial.

“Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, diz o boletim.

Com Paulo Gustavo internado desde 13 de março, no Rio de Janeiro, com quadro de COVID-19, a família do ator continua agradecendo todo o carinho e pedindo orações para uma recuperação de Paulo Gustavo, assim como das demais pessoas acometidas por essa doença terrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dois =