Novo bicicletário foi inaugurado no Centro de Niterói

Raquel Morais –

Estacionar as bikes agora ficou mais fácil no Centro de Niterói. Na manhã desta segunda-feira (27), o novo bicicletário foi inaugurado na Praça Arariboia. O espaço é amplo e moderno, projetado para armazenar até 416 bicicletas e será gratuito. Os usuários que quiserem utilizar o guardador terão que realizar um cadastro para se associarem ao sistema e levarem cadeados e correntes próprios para segurança das bikes.

O estacionamento das bicicletas vai funcionar de 6h às 22h e a obra fez parte do programa Niterói de Bicicleta, com área de 478 metros quadrados e investimento de R$ 852.598,79. A coordenadora do programa, Isabela Ledo, comemorou a inauguração. “Essa construção foi feita depois de um abaixo-assinado feito pela população niteroiense em 2012. Estou muito feliz em fazer parte desse projeto e de poder vivenciar esse momento. Foi muito trabalho e antes da construção teve um amplo trabalho de pesquisa e de projeto para viabilizar essa obra”, comentou.

O espaço é destinado para estacionamento das bicicletas e será totalmente gratuito. No entanto, foi pensado para haja rotatividade nas vagas. Aqueles que esquecerem as bikes por mais de 72 horas seguidas terão que pagar uma multa leve de R$ 0,97 por dia. Após 20 dias, a bicicleta é levada para o depósito público municipal e depois de 60 dias sem procura do dono, a bike será doada.

“Niterói tem distâncias curtas, uma cidade que tem belezas naturais extraordinárias e uma frente marítima belíssima que poucas cidades do mundo têm. É importante humanizar o trânsito e reduzir acidentes através de educação. E estamos incentivando a cultura da bicicleta. Andar de bicicleta é sustentável, é também menos emissão de poluente na atmosfera e menos um carro na rua”, comentou Rodrigo Neves, prefeito de Niterói.

Segundo dados da Prefeitura de Niterói, comparando os meses de janeiro deste ano com o de 2016, houve aumento de 67% no número de ciclistas na cidade. Também já foram instaladas mais de 1.200 vagas para bicicletas em diversos bairros. “Quadriplicamos as ciclovias e vamos multiplicar por dez. Vamos chegar até fim de 2020 como a cidade mais ciclável na Região Metropolitana, com todas as regiões interligadas”, apontou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *