Novas regras para promoção de eventos no Campo de São Bento

Anderson Carvalho –

Eventos gastronômicos e etílicos, como o Rota Gourmet e o Rota Cervejeira, entre outros, no Campo de São Bento, em Icaraí, apesar de terem atraído muitos visitantes, deixaram muita sujeira e depredação nos canteiros onde foi realizado, próximo ao portão que dá acesso à Avenida Roberto Silveira. Por isso, o então prefeito em exercício, Paulo Bagueira, em um de seus últimos atos no Executivo, assinou decreto estipulando regras para a realização de eventos no antigo Parque Prefeito Ferraz. Entre as normas, limitação de público a três mil pessoas. O decreto foi publicado ontem no Diário Oficial do Município.

As novas regras foram elaboradas a partir da consulta pública na plataforma Colab.re, realizada no segundo semestre de 2018 com 2.476 participantes, atendendo aos pedidos dos frequentadores e moradores do entorno do parque. Esses critérios foram aprovados pelo Departamento de Preservação e Reabilitação do Patrimônio Cultural (Depac), já que o Campo de São Bento é tombado, pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser)

A partir de agora, para permissão de evento, o responsável por este deve formalizar requerimento à Coordenadoria de Gestão e Eventos, com a antecedência mínima de 50 dias para eventos de pequeno porte (público máximo de 900 pessoas) e 90 dias aos de médio porte (até 3 mil pessoas). Os eventos com até 100 pessoas não serão alcançados pelo decreto. Poderão ser permitidos até dois de pequeno porte por fim de semana.

O requerimento deve conter, entre outros documentos, contrato com a empresa responsável pela segurança do evento; com a empresa para pronto atendimento médico; declaração de devolução das dependências que serão utilizadas, em perfeito estado de conservação; termo de responsabilidade por danos ao meio ambiente e a terceiros; e outros. Os eventos de médio porte deverão ter, no máximo, 55 expositores. Caso não haja liberação do Corpo de Bombeiros, nenhum evento será permitido.

Os frequentadores do Campo de São Bento aprovaram as novas regras. “Geralmente os eventos deixam muita sujeira no local onde acontecem e os canteiros ficam destruídos. As regras vão trazer mais organização”, elogia o cantor Ébano Assumpção, de 30 anos, há cinco se apresentando no parque público.

O professor aposentado Wagner Guterrez, de 73 anos, passeia pelo parque diariamente e é contra os eventos. “No final, fica uma imundície e quem acaba limpando são os funcionários do Campo. A música que tocam é muito alta, aquele bate-estaca que perturba os animais do local. Público de três mil pessoas é gente demais também”, afirma Guterrez.

A aposentada Júlia Lopes, de 70, considera que as novas regras vão trazer mais organização. “Muito boas. O que for para organizar mais o parque vai ser bom. As festas têm muita bagunça”, conta.

A Rota Gourmet e a Rota Cervejeira são produzidas pela empresa DMS Produções, com sede no bairro de Icaraí, na zona sul de Niterói. Procurada, não se manifestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 3 =