Novas mudanças no trânsito na Praça da Renascença

No início da tarde desta quarta-feira (29) foram liberadas ao tráfego de veículos, as três faixas que estavam fechadas na área ocupada pelo canteiro de obras do mergulhão da Praça Renascença, na Avenida Feliciano Sodré, no Centro de Niterói. Dessas faixas, duas serão para carros e uma para ônibus.

Ainda como parte das mudanças do trânsito na região, as Ruas Saldanha Marinho e Manoel Pacheco de Carvalho foram fechadas no sentido Centro e passam a ser de mão única, sentido Praça. Com esta interdição, o caminho alternativo para os motoristas que vêm da Avenida do Contorno será seguir pela Avenida Jansen de Melo e acessar a Rua Professor Heitor Carrilho. Quem segue para o Centro pode seguir também pela Feliciano Sodré.

De acordo com o diretor de Planejamento, Transporte e Trânsito da NitTrans, coronel Alexandre Cony, os veículos que virão da BR-101 e Alameda São Boaventura, sentido Centro de Niterói, continuam com fluxo normal, que é pela Jansen de Melo. Já o ponto de ônibus da Praça Renascença será deslocado para três metros à frente.

O mergulhão, que está sendo construído em parceria com a Ecoponte, terá cerca de 500 metros de extensão, com 150 metros de trecho subterrâneo. O novo equipamento de mobilidade urbana de Niterói irá melhorar o fluxo de veículos em um dos principais gargalos do trânsito na cidade: o sinal que fica na Avenida Feliciano Sodré com a entrada da Jansen de Melo, que provoca vários engarrafamentos.
Com a passagem subterrânea, quem vem do Centro poderá acessar a Avenida do Contorno e a Alameda São Boaventura sem precisar parar no sinal que fica no cruzamento, nem precisará contornar a Praça Renascença. Quem vier da Zona Norte e quiser acessar o Centro e a Zona Sul passará por cima do mergulhão. Ao final da obra, a praça será entregue reformada, com tratamentos paisagístico e urbanístico. O investimento é de R$ 70 milhões.

“Passo por aqui (Praça da Renascença) todos os dias para ir trabalhar, já que venho pela Avenida do Contorno e trabalho em Icaraí. Não posso negar que os congestionamentos estão grandes, já que junta o engarrafamento da Ponte e outro para o Centro de Niterói. Mas é um mal necessário, tenho certeza que qualquer obra para aliviar o trânsito é bem-vinda e, pelo que tudo indica, parece que o mergulhão vai melhorar o trânsito”, comentou o engenheiro, José de Oliveira, de 43 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *