Nova vitória sobre o Flu dá o bicampeonato carioca ao Fla

Na primeira final sem torcida na história por conta das medidas de distanciamento social para combater a pandemia da Covid-19, o Flamengo sagrou-se bicampeão carioca com a vitória por 1 a 0, gol de Vitinho nos acréscimos. A competição terminou com dois artilheiros: Gabigol, que não atuou ontem por ter sido expulso na primeira partida da decisão, e João Carlos, do Volta Redonda, ambos com 8 gols. O Rubro-Negro conquistou o Campeonato Carioca pela 36ª vez.

O jogo começou com o Fluminense buscando mais o jogo, já que o empate não o favorecia. Porém, a primeira chance real de gol foi do Flamengo. Aos 12, Bruno Henrique recebeu lançamento de Éverton Ribeiro, driblou Muriel, mas perdeu o ângulo. Na sequência, rolou para Pedro, que chutou por cima do gol.

O Tricolor reagiu dois minutos depois com Evanilson, que apareceu pela direita e chutou à esquerda de Diego Alves. O Flu voltou a atacar aos 25. Marcos Paulo pegou de primeira, mas a bola foi para fora. O Rubro-Negro teve a chance de abrir o placar. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para Leo Pereira, no meio da área, mas o zagueiro chutou fraco para a defesa do goleiro.

Após contra-ataque veloz puxado por Dodi, Marcos Paulo perdeu mais um gol. Desta vez chutou fraco nas mãos do goleiro rubro-negro. Aos 44, Everton Ribeiro tocou para Pedro, que se livrou da marcação e chutou cruzado, com perigo.

As equipes voltaram para a etapa complementar sem alterações. Aos 2, Gerson cobrou falta à esquerda de Muriel. A partir daí, o jogo ficou morno. Os treinadores mexeram nas equipes na tentaiva de agitar a partida.

A partida não ganhou em emoção. Não houve chance real de gol para ambos os lados. Se o empate já era o suficiente para o Rubro-Negro, aos 49 a torcida explodiu em todo o Brasil. Vitinho, que entrara no segundo tempo, chutou de esquerda da entrada da área. A bola desviou na zaga, encobriu Muriel e morreu no fundo do gol. Flamengo bicampeão carioca, o 36º título de sua história. O Rio de Janeiro continua vestindo vermelho e preto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 19 =