Clima de revolta no Jardim Catarina após a morte de moradora vítima de bala perdida

Horas após a morte de uma moradora do bairro Jardim Catarina, identificada como Sandra Maria, 63 anos, atingida por “bala perdida”, o clima continua tenso no bairro. Na tarde de quinta-feira (05) policiais militares, que realizavam uma operação para remoção de barreiras erguidas pelo tráfico para dificultar ações de repressão, foram atacados a tiros por criminosos na entrada do bairro. No confronto que se seguiu, a moradora que passava no momento do tiroteio, não conseguiu se abrigar e acabou baleada e morreu.

Moradores revoltados protestaram, ateando fogo em detritos e bloquearam as pistas tanto na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), junto a entrada do bairro, como na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101). Houve tumulto e o trânsito ficou confuso na região. Segundo informações de pessoas conhecidas, Sandra Maria tinha ido buscar os netos que estavam na escola, e ao passar pela Rua Marcos Costa, teve início o tiroteio o qual acabou sendo vítima. Um suspeito também foi baleado na operação e outro foi preso. Segundo a PM, dois fuzis e uma pistola foram apreendidos.

Em apuração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *