Niteroienses se unem em segundo mutirão de limpeza na Praia da Boa Viagem

Raquel Morais

No próximo dia 18, às 8h, a Praia da Boa Viagem será alvo do segundo Mutirão de limpeza das areias e do mar. A primeira ação, que aconteceu em junho, reuniu cerca de 40 pessoas e foram retirados 150 quilos de lixo da pequena praia. Além da ação conjunta, que está sendo organizada por moradores do bairro, também acontecerá uma roda de conversa com engenheiros ambientais e também servirá de polo para recolhimento de lixo eletrônico e coleta de óleo.

No dia do evento serão disponibilizados materiais de limpeza para as pessoas e será obrigatório o uso da máscara e luvas. Um dos organizadores do evento, o comerciante Gustavo Rodrigues, 38 anos, contou que dos 150 quilos de lixo recolhidos na primeira ação, a grande maioria era plástico. “Recolhemos muitas garrafas PET e brinquedos quebrados. Retiramos esses lixos as areias e na beira da água. O objetivo é conscientizar as pessoas que a praia não é uma lixeira. Eu tenho uma ligação muito forte com essa praia que considero meu quintal. A praia da Boa Viagem sempre foi pouco frequentada e agora está sendo mais usada por pessoas que nem conheciam esse lugar. Temos que trabalhar com a educação de que podemos usar a praia e a natureza mas temos que cuidar dela e principalmente levar nosso lixo embora com a gente e não deixar na praia”, frisou o membro do coletivo SOS Praia da Boa Viagem.

E quando o assunto é levar o lixo embora o engenheiro ambiental Alberto Jorge Farah, 29 anos, é bem taxativo na explicação. “O plástico de uma bala que foi deixado na areia, com o vento, vai parar no mar e pode matar uma tartaruga, por exemplo. Além do fato de estarmos retirando o lixo que está descartado incorretamente no meio ambiente, é preciso trabalhar com a conscientização das pessoas. Estamos pensando em um futuro sustentável e o primeiro passo é a disseminação da consciência ambiental das pessoas. Por menor que seja o resíduo ele tem o potencial poluidor e agride a natureza, causando impacto negativo nos seres vivos que habitam os oceanos”, frisou.

O evento é gratuito e aberto, e destinado, para toda a família que poderá contar com um café da manhã na praia antes do recolhimento do lixo. “Eu peço para as pessoas levarem as crianças nesse mutirão. É importante tratar esse assunto desde criança e elas absorvem e aprendem com facilidade. A minha ideia é expandir esse mutirão para todas as praias de Niterói”, concluiu Gustavo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =