Niteroiense faz história na praia de Itacoatiara

Acostumada a encarar grandes ondas por diferentes mares do mundo, Raquel Heckert fez história na quarta-feira (26). E o que melhor, em plena cidade natal. Morando no Havaí, há oito anos, a surfista niteroiense encarou os temidos tubos da Laje do Schock, em Itacoatiara, na Região Oceânica.

“Foi irado. Já tinha surfado há uns oito anos na remada, mas foram de bodyboard e de pranchinha. E na ocasião nem deu para curtir muito porque tinha muita gente, principalmente do Rio, querendo pegar onda. Mas agora, por causa da pandemia, a praia estava vazia. Então consegui aproveitar por mais tempo e foi muito legal”, conta Raquel.

A niteroiense conta que já estava feliz por ser a primeira mulher a pegar a onda na remada, e que espera incentivar outras meninas nesse tipo de desafio, reforçando que também foi a primeira mulher a “pegar um ‘tubo’ no Shock”.

Raquel mora no Havaí, buscando se aperfeiçoar no surfe. A niteroiense passa metade da temporada nos Estados Unidos e se divide entre treinos no Brasil e no México. E desde que começou a pegar ondas grandes, Raquel começou a aparecer no cenário internacional. Como resultado do esforço, ela ficou em 4º lugar na etapa do México do campeonato mundial organizado pela foi indicada pela WSL (World Surf League), a Liga Mundial de Surfe.

Gabriel Gontijo
Fotos: Tony D´Andrea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.