Niterói tem queda de 28% em mortes no trânsito

Anderson Carvalho

No ano passado foram pagas 12.599 indenizações do Seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) no Estado do Rio. Deste total, 5.283 foram destinadas a jovens de 18 a 34 anos envolvidos em acidentes de trânsito. Eles fazem parte dos 103 mil jovens vítimas no trânsito em todo o país. Deste total, 62% eram condutores de motocicletas. Os dados são da Seguradora Líder, que administra o Seguro DPVAT. Os jovens mortos integram o contingente de 191 mil vítimas de acidentes no tráfego no Brasil.

“Os números indicam a importância de se investir na conscientização dos jovens durante o período de formação nas autoescolas. É fundamental que os recém-habilitados deixem as escolas de direção cientes das normas de segurança e legislação de trânsito. Além disso, é essencial o respeito a estas regras e também a atenção ao volante, uma vez que os dados da Polícia Rodoviária Federal mostram que a falta de atenção dos condutores foi a principal causa dos acidentes no ano passado”, afirma Arthur Froes, superintendente de Operações da Seguradora Líder.

Ainda no âmbito estadual, das mais de 5 mil indenizações pagas aos jovens, 3.427 foram para condutores. Os passageiros representam 937 indenizações e os pedestres, 919. Além disso, 3.422 jovens ficaram inválidas, 878 morreram e 983 pediram reembolso de despesas médicas e suplementares. Ao todo, 3.831 acidentes envolveram motos; 1.146 envolvendo automóveis; 118 envolvendo caminhões e pick-ups; 49 envolvendo ciclomotores; e 139 envolvendo ônibus, micro-ônibus e vans.

No interior fluminense, foram registradas 3.484 vítimas entre 18 e 34 anos, sendo 2.344 motorstas ou pilotos; 603 passageiros e 537 pedestres. Destas, 2.326 ficaram com alguma sequela definitiva e 583 morreram.

Em Niterói, foram registradas, em 2018, 13 mortes no trânsito, contra 18 no ano anterior. Ao todo, ocorreram 1.103 acidentes no ano passado, contra 1.124 em 2017. O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 209 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, sem apuração da culpa. A proteção é assegurada por um período de até 3 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *