Niterói tem queda de 27,2% no isolamento social

O prefeito de Niterói, Axel Grael, vai decidir na quinta-feira (11) se as medidas restritivas implantadas no último dia 5 serão mantidas até o dia 20, ou se alguns reajustes podem ser realizados. De acordo com ele, nova disposição dos horários de funcionamento das lojas de rua, shoppings centers e restaurantes, foi para “diminuir o número de pessoas viajando nos ônibus ao mesmo tempo”.

No último domingo (7) foi divulgado que o índice de isolamento social registrou uma média semanal de 41,8%, mesmo com o toque de recolher que proíbe a circulação das pessoas das 23h às 5h. Em março de 2020 o índice de isolamento social registrado foi de 69%. Desde então, essa taxa vem caindo. Na segunda-feira, o índice diário ficou em 36%.

Situação do país – Pesquisadores do Observatório Fiocruz Covid-19 publicaram na terça-feira (9) uma edição extraordinária do boletim que acompanha a evolução da pandemia no país. Na segunda-feira (8) pela primeira vez, a média diária de mortes em sete dias ultrapassou 1,5 mil casos.

O boletim aponta que 25 das 27 capitais brasileiras estão com a taxa de ocupação no patamar considerado zona de alerta crítico, com mais de 80% dos leitos ocupados. Na maior parte dessas cidades, a ocupação passou dos 90%.

Estavam na zona de alerta crítico segundo dados coletados em 8 de março: Porto Velho (100%), Rio Branco (99%), Manaus (87%), Boa Vista (80%), Macapá (90%), Palmas (95%), São Luís (94%), Teresina (98%), Fortaleza (96%), Natal (96%), João Pessoa (87%), Recife (85%), Aracajú (86%), Salvador (85%), Belo Horizonte (85%), Vitória (80%), Rio de Janeiro (93%), São Paulo (82%), Curitiba (96%), Florianópolis (97%), Porto Alegre (102%), Campo Grande (106%), Cuiabá (96%), Goiânia (98%) e Brasília (97%).

“Nos municípios e estados que já se encontram próximos ou em situação de colapso, a análise destaca a necessidade de adoção de medidas de supressão mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais. Além disso, é necessário o reforço da atenção primária e das ações de vigilância, que incluem a testagem oportuna de casos suspeitos e seus contatos”, afirma a Fiocruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 12 =