Niterói será primeiro município do Brasil a fazer testagem em massa para coronavírus


Niterói receberá mais de 40 mil testes para diagnóstico de Covid-19 vindos dos Estados Unidos nesta semana e será o primeiro município brasileiro a fazer a testagem massivo na rede pública. O objetivo é identificar as pessoas contaminadas, garantir o isolamento social de pessoas assintomáticas e minimizar a propagação do novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves neste domingo (29) como mais uma das medidas adotadas pela Prefeitura para conter o avanço da doença na cidade.

O chefe do Executivo fez um novo apelo para que o niteroiense fique em casa até o dia 10 de abril, quando a situação será reavaliada, e que redobrem – sem pânico –, os cuidados em locais como farmácias, supermercados e padarias. No sábado (28) foi confirmado o primeiro caso de transmissão comunitária da doença no município. “Estamos seguindo rigorosamente o que indicam especialistas infectologistas e as medidas que obtiveram sucesso em todo o mundo. Se não tivéssemos tomado todas as atitudes que já implantamos, como o gabinete de crise, a situação da cidade seria muito pior. Niterói tem características muito peculiares, tanto socioeconômicas quanto territoriais, e com muitas pessoas que tiveram acesso a viagens ao exterior e uma classe média que mora próximo a grandes locais de aglomerações, como as comunidades. Por isso nossas medidas tiveram que ser rápidas e enérgicas”, disse o prefeito.

Testagens – Com os lotes de testes que chegam nesta semana, a cidade pretende iniciar até a próxima sexta-feira a testagem massiva de cerca de 40 mil pessoas que apresentarem sintomas respiratórios, que residem em comunidades ou que trabalhem na área medica. Niterói seguirá o modelo que foi utilizado em locais como Singapura e Coreia do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =