Niterói segue em estágio de atenção devido às chuvas

A Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia de Niterói informa que a cidade ainda está em estágio de atenção por conta da chuva torrencial que perdura desde a noite de segunda-feira e que castigaram a cidade na manhã de terça. Segundo o órgão, choveu em 24 horas o equivalente a 293% do previsto para todo o mês, de acordo com a média de setembro. Os maiores acumulados em 24 horas foram registrados em Itaipu (171 milímetros), Engenho do Mato (141,2 mm), Jurujuba (134,2 mm), Maravista (120,0 mm) e Piratininga (112,8 mm). Não houve acionamento de sirenes. Nesta quarta-feira, a chuva deu uma trégua.

A forte chuva e os ventos causaram muitos transtornos, como a queda de um barranco junto à passarela que cruza a Alameda São Boaventura, próximo ao Hospital Municipal Infantil Getúlio Vargas Filho (Getulinho). O fato assustou quem passava pelo local, tanto de carro quanto a pé. Equipes das Secretarias Municipais de Defesa Civil e Geotecnia e de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) e funcionários da Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN) estiveram no local para avaliação da área e retirada de material. A Defesa Civil isolou a área e interditou a passarela existente no trecho devido à instabilidade do terreno. Agentes da NitTrans interditaram uma faixa da pista sentido Tribobó.  

De acordo com a Defesa Civil Municipal, foram registrados ontem pontos de alagamentos em bairros como Centro, Barreto, Fonseca, Icaraí e Charitas. Equipes da Seconser e da Clin realizaram a limpeza em locais que tiveram pontos onde se formaram bolsões de água, para o melhor escoamento. Agentes de trânsito orientaram os motoristas nestes pontos. A CLIN registrou o recolhimento de aproximadamente 14 toneladas de resíduos por cerca de 800 funcionários em força-tarefa de desobstrução de bueiros e varrição.

A Defesa Civil diz que foi acionada para 20 ocorrências registradas nos bairros Cantagalo, Baldeador, Fonseca, Santa Rosa, Várzea das Moças, Largo da Batalha, Caramujo, Engenhoca e Engenho do Mato. Foram registradas quedas de árvores no Morro do Castro, Itaipu, Sapê, Boa Viagem, Itacoatiara e Centro.

Em caso de emergência, os telefones da Defesa Civil são 199 ou 2620-0199. O órgão funciona em plantão de 24 horas de monitoramento meteorológico, com envio de informações sobre a previsão do tempo e de avisos emergenciais através do aplicativo Alerta DCNIT e o SMS nº 40199.

Em São Gonçalo, as equipes também aproveitaram a estiagem para realizar operações de limpeza em vários trechos, como ao longo da RJ-104 e em bairros como Neves, Colubandê e Vila Lage, entre outros para desobstrução de bueiros e retirada de água da chuva acumulada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 10 =