Niterói retorna para a fase amarela e flexibiliza restrições

No dia em que o país chegou a trágica marca de 400 mil mortos em decorrência da Covid-19, o prefeito de Niterói, Axel Grael, anunciou que, devido as duras medidas restritivas impostas, a cidade retornou para a bandeira amarela com o indicador síntese caindo para 9,00. Com isso novas flexibilizações poderão ser feitas e a prefeitura anunciou a autorização para reabertura gradual de serviços como comércio de rua, shopping centers, academias e salões de beleza.

“Nosso esforço foi para salvar vidas. Fizemos todo o trabalho de estruturação da rede hospitalar para atender a essa demanda. Temos os programas sociais Empresa Cidadã, Renda Básica, Busca Ativa, que atenderam cerca de 50 mil pessoas. Sempre que a cidade precisou, nós não hesitamos em tomar as medidas necessárias para controlar os casos de contaminação e de internação no município”, explicou.

O horário de funcionamento do comércio foi ampliado e agora bares e restaurantes à la carte e buffet poderão funcionar das 11h à 00h.

Igrejas podem funcionar a partir do sábado (1º/05) com 30% da capacidade total.

As feiras de artesanato podem funcionar desde que sigam os critérios que serão divulgados na sexta-feira (30) nas redes sociais da prefeitura.

Os quiosques das praias da cidade poderão funcionar das 8h às 18h.

Casas de festas também podem funcionar.

As aulas presenciais em todo o setor de educação também foi anunciado.

Em relação ao voo livre no Parque da Cidade. Depois de uma reunião com a Confederação Brasileira de Voo Livre e com o Clube Oceânico de Voo Livre ficou definido que o voo individual e duplo poderão acontecer de terça a sexta das 7h às 18h. Aos sábados e domingos só será permitido o voo individual das 7h às 14h.

A versão final das novas medidas ainda está sendo elaborada e será divulgada na edição de sábado (1º/05) do Diário Oficial do Município.

“COLABORAÇÃO DA POPULAÇÃO AJUDOU PARA QUE VOLTÁSSEMOS AO NÍVEL AMARELO”

A subsecretária de saúde Camila Franco, explicou o processo de vacinação na cidade mediante ao atraso na entrega de doses por parte do Ministério da Saúde.

“A partir da sexta-feira (30) nós vamos precisar suspender a aplicação da segunda dose da Coronavac porque ainda nao recebemos um novo lote. Essa suspensão terá que acontecer também porque tivemos residentes de Niterói que tomaram a primeira dose em outro município e devido a escassez, propcuraram a segunda dose aqui. Mas a vacinação será retomada prontamente quando a nova remessa for enviada pelo Ministério da Saúde”.

A subsecretária explicou que a primeira e segunda dose da Astrazeneca continuam sendo aplicadas normalmente em todos os postos já divulgados.

“NA SEMANA QUE CELEBRAMOS O DIA MUNDIAL DA EDUCAÇÃO, NITERÓI VOLTOU PARA A ESCOLA”

O secretário de educação da cidade anunciou o retorno das aulas no formato híbrido com horários e turmas reduzidas

“Seguindo todos os protocolos, realizamos atividades culturais em todas as escolas que já retornaram para mostrar o nosso cuidado com os profissionais de educação e com os alunos que retornam gradualmente. Será feita a cada semana. Sempre sendo autorizada mediante uma avaliação e monitoramento”, explicou Vinicius Wu.

A partir da sexta-feira (30) todos os profissionais da educação que estiverem retomando as atividades serão testados na própria unidade em que trabalham por funcionários da secretaria de educação.

CONCLUSÃO NA APLICAÇÃO DO IMUNIZANTE EM IDOSOS

Niterói conclui na sexta-feira (30) a fase de vacinação dos idosos. Todos aqueles acima de 60 anos, residentes no município, já receberam ao menos a primeira dose.

Na segunda-feira (3/05) inicia a imunização das comorbidades que serão anunciadas nas redes sociais da prefeitura.

Mais de 30% do público elegível já está vacinado. Ou seja, daqueles que estão acima da 18 anos e que precisam da vacina, 30% já recebeu a dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 7 =