Niterói pode ter 10 mil infectados em 4 meses e prefeito aumenta a quarentena

Devido a expansão descontrolada do novo coronavírus na região Metropolitana do Rio de Janeiro, anunciada pelo Ministério da Saúde e do novo decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro de Estado de Calamidade, o prefeito Rodrigo Neves anunciou que vai estender a quarentena até o dia 22 de abril. “A medida foi difícil de ser tomada, mas tenho que ter responsabilidade com a vida das pessoas e a vida de cada um de vocês. É preciso compreensão e perseverança de cada um de nós”, ressaltou durante a live o prefeito.

PROIBIÇÃO DE TRANSPORTES POR APLICATIVO

Com o objetivo de calibrar as medidas de restrição de circulação, até que em algum dia possa começar a flexibilizar, o prefeito tomou novas medidas em relação as restrições de circulação, que também, segundo ele, leva em conta o ciclo da epidemia na região Metropolitana e nos nos municípios limítrofes. E por isso, Rodrigo anunciou que a partir de sábado (11) até o dia 18 de abril vai proibir a entrada de aplicativos de transportes de outras cidades dentro de Niterói.

“A medida começa a valer a partir de sábado no sentido de restringir a redução da circulação de pessoas quem venham dos municípios limítrofes”, enfatizou o prefeito. No entanto, até o fechamento desta edição, a Prefeitura não se posicionou em relação a uma decisão da Justiça Federal também ontem proibindo a limitação de transporte intermunicipal, inclusive de aplicativos.

JANELA

O prefeito falou ainda que vai voltar com a janela de uma semana para o funcionamento de lojas de materiais de construção e oficinas mecânicas. “Da segunda dia 13 até o dia 20 será muito importante que os proprietários deste estabelecimentos estejam atentos, pois estamos entrando em uma fase crítica para conter a expansão do coronavírus. Precisamos da atuação deste profissionais para mantermos a logística funcionando”, realçou Rodrigo Neves.

PROGNÓSTICO

Sobre um prognóstico sobre a situação, Rodrigo Neves falou ainda que Niterói, o Estado e o Brasil podem ter dez vezes mais o número de casos devido as sub notificações (casos que não constam nos boletins). “Não temos um diagnóstico preciso e real. A situação é muito mais grave que pensamos, se não perseverarmos no isolamento poderemos ter, em quatro meses, provavelmente de cinco a dez mil infectados em Niterói e chegar a 750 a 1.500 mortos na nossa cidade”, declarou o prefeito.

3 comentários em “Niterói pode ter 10 mil infectados em 4 meses e prefeito aumenta a quarentena

  • 10 de abril de 2020 em 01:11
    Permalink

    Sr Prefeito em breve vais voltar a cadeia com certeza , brincando com o dinheiro público e brincando com as vidas do seres humanos .Você já distruiu várias famílias com seus respectivos abusos .Eu só lamento !! O universo vai cobrar do senhor , aguarde !!!!

    Resposta
  • 10 de abril de 2020 em 18:45
    Permalink

    Povo vai morrer de fome prefeito fácil ficar em casa pra quem tem dinheiro cartão de crédito limite auto pra gastar aí e mole

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *