Niterói perde Lizair Guarino, presidente de honra da Pestalozzi

Faleceu na noite de hoje (9), aos 90 anos, vítima de Covid-19, Lizair Guarino, presidente de honra da Pestalozzi Niterói e da Fenapestalozzi, a federação que congrega as pestalozzis espalhadas pelo país, muitas delas, fundadas por Lizair.

Nascida em Rio Bonito, Lizair presidiu em 1989 a coordenação de instituições filantrópicas de Niterói, junto à Prefeitura. Participava como jornalista das reuniões dela com ícones do movimento como Violeta Campofiorito, Lisaura Ruas, Miriam Rodrigues, entre outras.

Grande defensora das políticas públicas para pessoa com deficiência, foi a primeira secretária nacional de educação especial e a primeira coordenadora nacional de defesa da pessoa com deficiência. Boa de briga, adorava Brasília pelos seus embates políticos, outra de suas paixões. Filha do ex-deputado Luiz Guarino, Lizair era udenista e apoiou Roberto Silveira na histórica união entre a UDN e o PTB para o governo do antigo Estado do Rio. A festa da vitória foi na sua casa, fato que sempre se orgulhava de contar.

Sua vida se confunde com a história da Pestalozzi de Niterói, onde chegou na década de 1950 e só saiu fisicamente no início da primeira década dos anos 2000. Tudo na Pestalozzi de Niterói tem a sua marca, o seu carinho e a sua perseverança em fazer.

Lizair já estava fazendo falta nesses tempos em que vivemos e fará muito mais ainda. Ela deixa filho, Camilo Guarino Guerreiro, um casal de netos e um bisneto.

Não foram divulgados detalhes do sepultamento, que será realizado em Rio Bonito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 16 =