Niterói perde a Educadora Maria Yvonne Valladares

Referência na Educação na cidade de Niterói, faleceu, no último domingo (17), a professora Maria Yvonne Valladares do Amaral, ex-diretora do Colégio Liceu Nilo Peçanha e ex-vereadora. Ela estava internada há mais de três meses, no Complexo Hospitalar de Niterói (CHN). Formada em História e Geografia, estudou no Liceu, onde tornou-se professora e diretora por 14 anos. Seu corpo vai ser cremado no Cemitério do Caju, no Rio.

Era casada com um médico, e deixou três filhos. De acordo com amigos, Maria Yvonne veio muito jovem de Araruama, na Região dos Lagos, e sua vocação para o magistério foi evidenciada a serviço do tradicional Liceu. Ela começou sua carreira no Colégio Plínio Leite, passando depois por vários e conhecidos colégios como Leopoldo Fróes, Guilherme Brigs e depois Liceu.

Formou várias e vitoriosas gerações nos mais diferentes segmentos da sociedade, como escritores, tais como Lima Barreto; o jornalista Irineu Marinho, fundador de  O Globo, além do ex-governador Roberto Silveira; o economista Carlos Langoni, o cantor Ronie Von; e o antropólogo Rubem Cesar Fernandes.

Dedicada, passava boa parte de seu tempo no Liceu, nas salas de aula. Em sua trajetória, também atuou no Conselho Estadual de Educação. Foi considerada pioneira, criando o Centro de Línguas, e promovendo várias benfeitorias, uma “mãe” para muitos alunos, segundo o próprio corpo docente. Também obteve muitas vitórias no sentido de captar recursos destinados ao Liceu, e seguiu seu caminho em prol, da Educação, entrando para a política, entre os anos de 1992 e 1996.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =