Niterói levanta custos para municipalizar Caio Martins

Wellington Serrano

O prefeito Rodrigo Neves está tentando trazer para si um dos principais símbolos da cidade: o Complexo Esportivo Caio Martins, em Icaraí. Na tarde de ontem, conforme revelado com exclusividade por A TRIBUNA, o procurador-geral do município, Carlos Raposo, recebeu o secretário municipal de Esporte e Lazer (SMEL), Luiz Carlos Gallo, numa reunião para traçar os próximos movimentos para uma possível municipalização.

“Passei para o secretário Gallo todos os trâmites que são necessários serem feitos para uma possível municipalização, por exemplo, precisamos saber qual é o gasto que o Caio Martins tem mensalmente e anualmente, porque para assumir qualquer despesa nova temos que fazer uma estimativa do impacto financeiro no exercício dos dois anos subsequentes. Então, temos alguns trâmites administrativos para fazer antes de assumi-lo”, disse Raposo.

Segundo ele, a prefeitura pretende fazer um levantamento dos gastos do Estado com o complexo. “Queremos apurar os valores estaduais para saber se o município tem orçamento em face disso. Temos que ver o interesse do estado de passar efetivamente e elaborar os termos através de uma reunião entre o estado e o município para saber se será um convênio ou termo de cessão de uso”, explicou o procurador.

Raposo disse que o município vai ver qual o instrumento é mais adequado para o Estado para poder fazer a cessão da administração para o município. “Hoje demos um passo a passo elaborado para o secretário buscar junto ao Estado os dados e detalhes para essa possível aquisição”, falou.

Para o secretário de Esportes, Niterói merece ter um estádio próprio. “Eu só aceitei ser secretário na condição de municipalizar novamente o Caio Martins”, pressionou. Gallo confirmou também que o assunto já circula na Prefeitura de Niterói há cerca de três meses, com conhecimento do prefeito, além de já ter o aval do governador Luiz Fernando Pezão. “Luto há mais de 20 anos para conseguir trazer esse estádio para a organização e administração de Niterói. Finalmente estamos dando esse passo tão importante e vamos trazer todo o glamour desse complexo esportivo de volta”, vibrou o secretário.

A perspectiva é que até o aniversário da cidade, comemorado dia 22 de novembro, toda a questão burocrática esteja resolvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − sete =