Niterói investe R$ 45 milhões para construção de hospital de campanha em São Gonçalo

Niterói doou R$ 45 milhões para a implantação de um hospital de campanha com 200 leitos para tratamento da Covid-19 em São Gonçalo. Maricá repassou outros R$ 45 milhões para o Governo do Estado do Rio de Janeiro, que será responsável por implantar a unidade no município. O prefeito Rodrigo Neves assinou o aporte nesta sexta-feira (3), no Palácio Guanabara, junto com o governador Wilson Witzel e o prefeito de Maricá, Fabiano Horta. A solenidade também contou com a presença do prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, do secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, do secretário de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, e do deputado estadual Paulo Bagueira.

“Essa é a crise mais dramática de saúde pública da nossa geração. O Rio de Janeiro, em especial, vai sofrer porque tem um histórico de décadas de ocupação desordenada do solo. E, sem dúvidas, isso vai produzir consequências quando a Covid-19 chegar nesses aglomerados humanos”, analisou Rodrigo Neves. “Esse gesto de nossas cidades é incomum, de cooperação, de colaboração federativa. O repasse dos recursos para a construção de um hospital de campanha em São Gonçalo, que é o segundo município mais populoso do Estado, é uma medida humanitária, em primeiro lugar, mas também uma ação estratégica, porque evidentemente, se a cidade de São Gonçalo não estiver estruturada para dar conta do desafio que é atender centenas, talvez milhares de doentes que vão bater às portas dos hospitais municipais, as redes de saúde de Niterói e de Maricá certamente serão afetadas. Além de um gesto humanitário, é um gesto de inteligência”.

Rodrigo Neves também agradeceu o apoio dos vereadores de Niterói, que aprovaram o projeto de lei, e elogiou a atuação do governador Wilson Witzel, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e do prefeito de Maricá.

Já o governador Wilson Witzel destacou que Niterói e Maricá são dois exemplos de municípios que receberam royalties do petróleo e têm gestões fazendo bom uso desse dinheiro a ponto de poderem agora estar ajudando outro município do Estado.

“Eu parabenizo os prefeitos Rodrigo Neves e Fabiano Horta pelas gestões eficientes e pela solidariedade que agora demonstram com o município de São Gonçalo”, elogiou o governador. “São Gonçalo terá um hospital de campanha que vai ser construído com a ajuda de Niterói e Maricá. Esse é o nosso objetivo agora: que o maior número possível de pessoas consigam ser salvas. Que essa união para ajudar São Gonçalo sirva de exemplo para todo o Brasil, para aqueles que estão lutando contra essa doença”.

O prefeito Fabiano Horta classificou o ato de repassar recursos para que o Estado possa implementar um hospital de campanha em São Gonçalo como uma ação humanitária.

“Gostaria de saudar meu companheiro, o prefeito Rodrigo Neves, pela conjunta iniciativa de enxergar a necessidade, transcender todos os limites e construir alternativas nesta crise sem precedentes. Este é um momento de solidariedade, onde a integração deve estar presente”, ressaltou Fabiano Horta.

José Luiz Nanci, prefeito de São Gonçalo, se disse emocionado com o auxílio dos municípios vizinhos.

“Eu sou médico, sei o que o novo coronavírus pode causar ao nosso país e ao nosso município. Agradeço aos prefeitos de Niterói e São Gonçalo por essa ajuda, que reforça nossa luta pela vida. Agora é o momento de salvar vidas e vamos brigar por cada um dos 1,2 milhões de habitantes da nossa cidade”.

Para o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, a medida vai impactar todo o estado.

“Temos um projeto para a implantação de sete hospitais de campanha, mas esse apoio de Niterói e Maricá vai custear o hospital de São Gonçalo, liberando os recursos do estado para apoiar outras regiões. Então, o apoio de vocês transcende São Gonçalo, transcende a Região Metropolitana II”, informou. “Gostaria de agradecer a iniciativa dos dois prefeitos e a gente vê nesse gesto, antes de tudo, um ato de solidariedade em prol de salvar vidas, superando aqui qualquer aspecto partidário, político ou ideológico. A única política que interessa aqui no momento é a política de saúde. A única ideologia que interessa é a de salvar vidas e unir todos os esforços pra isso”.

Um comentário em “Niterói investe R$ 45 milhões para construção de hospital de campanha em São Gonçalo

  • 12 de abril de 2020 em 15:37
    Permalink

    Um absurdo, esta área é sujeita a alagamentos, qualquer chuva mixuruca alaga tudo, por que não usar os hospitais abandonados de São Gonçalo, por que não usar o Vila três que está quase concluído. Estão acabando com o projeto social de futebol do Canto do Rio que atendia mais de 500 crianças e tinha mais de 50 profissionais trabalhando. O Canto do Rio arrendou o terreno por 10 anos, investiu sem qualquer ajuda da prefeitura, preparou um CT de alto nível. A prefeitura deveria usar áreas ou hospitais abandonados por ela mesmo, como o Piscinão de São Gonçalo por exemplo.
    UM ABSURDO!!!!!!! TEM ALGO DE ERRADO NESSA HISTÓRIA

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *