Niterói intensifica vacina contra a gripe a partir de seis meses de idade

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) recebeu um reforço de 200 mil doses contra a Influenza doadas pelo estado do Espírito Santo. O Rio vive um surto de gripe e dados da Coordenação de Informações e Saúde apontam que nos últimos sete dias foi registrado um aumento de 400% de síndromes gripais nas UPAS estaduais. Em Niterói toda a população acima de 6 meses de idade pode se vacinar e a Prefeitura de Niterói intensificou a vacinação contra a gripe (Influenza) em todas as Policlínicas Regionais, nos módulos do Programa Médico de Família (PMF) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

De acordo com a Prefeitura de Niterói a aplicação das doses acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Para receber a dose, as pessoas devem comparecer às unidades de saúde levando carteira de identidade. O imunizante pode ser aplicado a partir dos seis meses. Idosos acamados e pessoas com dificuldade de locomoção severa que fazem parte do grupo prioritário podem agendar a vacinação contra a gripe através do link https://forms.gle/9yUwwuu7x5Tn8ceX8 para receber a vacina em casa.

O infectologista Edimilson Migowski frisou que a vacina Influenza não é uma vacina que vem sendo alvo de alguma suspeita. “É uma vacina bastante segura há anos. A vacina Influenza não anula a vacina contra a Covid-19 e tem estudos que mostram que a vacina contra a gripe teria algum grau de proteção cruzada contra a Covid. Usualmente essa aplicação é em março e abril e é melhor fazer logo antes do vírus circular. Fazer vacinação contra gripe, ‘antes tarde do que nunca’. Não vejo problema nenhum em uma dose de reforço da vacina contra a gripe principalmente para pessoas do grupo de risco”, detalhou o também professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Dra. Ana Sodré

A médica generalista Dra. Ana Sodré disse que é preciso esperar 30 dias entre os dois tipos de vacina. “É importante que as pessoas não confundam as vacinas. Quem está na época de se vacinar, deve fazer isso. Não há motivo para pânico. São vacinas de naturezas diferentes e só não podem ser aplicadas concomitantemente, é importante que tenha pelo menos 30 dias de diferença entre uma vacina e outra para não sobrecarregar o sistema imune”, contou.

LOCAIS

Policlínica Sérgio Arouca, Vital Brazil; Policlínica do Barreto; Policlínica Regional de Itaipu; Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva, São Lourenço; Policlínica Regional do Fonseca; Policlínica Regional de Piratininga; Policlínica Regional do Largo da Batalha e Policlínica Regional da Engenhoca.

Unidades Básicas de Saúde (UBS): Morro do Estado, Santa Bárbara, Engenhoca.

Programa Médico de Família (PMF) por regionais: Região Oceânica – Cafubá I, Cafubá II, Cafubá III, Engenho do Mato, Maravista e Várzea das Moças. Praias da Baía – Alarico, Jurujuba, Martins Torres, Preventório I, Preventório II, Souza Soares, Viradouro, Palácio, Ponta D’areia, Vital Brazil. Norte 1 – Caramujo, Jonathas Botelho, Morro do Céu, Teixeira de Freitas, Viçoso Jardim e Boavista. Norte 2 – Baldeador, Coronel Leôncio, Ilha da Conceição Leopoldina, Maruí, Marítimos, Nova Brasília, Vila Ipiranga. Pendotiba – Atalaia, Badu, Cantagalo, Grota I, Grota II, Ititioca, Maceió, Matapaca e Sapê.

SÃO GONÇALO

Em São Gonçalo a Secretaria Municipal de Saúde ampliou os locais de vacinação. Além dos 65 postos de saúde que já disponibilizam a vacina contra gripe, dez locais que aplicavam exclusivamente o imunizante contra o coronavírus vão passar a fazer a vacinação contra a gripe a partir desta quinta-feira (2).

De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo todos os gonçalenses com mais de seis meses de idade podem se imunizar contra a gripe e todos com mais de 12 anos contra o coronavírus. O único impedimento para tomar as vacinas é estar gripado ou com covid-19. Neste caso, é necessário aguardar a total recuperação para a aplicação dos imunizantes. Para se vacinar, é preciso apresentar a carteira de vacinação (adulto e criança), identidade ou certidão de nascimento, cartão do SUS ou CPF.

Os novos pontos de vacinação da gripe são: polos sanitários Dr. Washington Luiz, Zé Garoto; Dr. Hélio Cruz, Alcântara; Augusto Sena, em Rio do Ouro; Paulo Marques Rangel, Portão do Rosa; Jorge Teixeira de Lima, Jardim Catarina; Clínicas Gonçalenses do Mutondo; Dr. Zerbini, no Arsenal; do Barro Vermelho e os PAMs Coelho e Neves.

RIO DE JANEIRO

Na terça-feira (30) a pasta recebeu as doses do Espírito Santo. Segundo nota da SES os casos da doença registrados nos últimos dias são atípicos, uma vez que são mais comuns nos períodos frios, e podem estar relacionados à baixa cobertura vacinal dos grupos prioritários. De 16 a 22 de novembro, a taxa de positividade para testes de RT-PCR (influenza) feitos pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen RJ) foi de 7%. Esse indicador da circulação do vírus saltou para 41%, no período de 23 a 28 de novembro. Questionada sobre a forma dessa doação, se foi tratado pelos governadores ou se foi pedido do Ministério da Saúde, a pasta ainda não explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 8 =