Niterói ganha Centro de Cidadania para vítimas de violações de direitos humanos

As vítimas de violações de direitos humanos e as pessoas que precisam de orientação jurídica e social agora contam com um espaço exclusivo de atendimento. Trata-se do Centro de Cidadania (Cecid) para vítimas de violações de direitos humanos, inaugurado na última semana pela Prefeitura de Niterói.

No local ainda estarão disponíveis os serviços de apoio para retificação de nome social, emissão de documentos, acolhimento de migrantes e refugiados, orientação jurídica, psicológica e social, e vai atender pessoas que sejam vítimas de intolerância religiosa, trabalho escravo, racismo, homofobia, abuso infantil e prisões injustas.

O novo espaço é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e conta com profissionais especializados. De acordo com o secretário municipal de Direitos Humanos, Raphael Costa, o serviço vai aproximar ainda mais os cidadãos de Niterói dos seus direitos.

“A gestão do prefeito Axel está focada em qualificar os serviços prestados aos cidadãos. O objetivo do Centro de Cidadania é justamente aproximar os niteroienses dos seus direitos fundamentais e diminuir a impunidade, principalmente para quem sofreu algum tipo de violação”, afirma o secretário.

Devido à realidade do isolamento social imposta pela pandemia do novo Coronavírus, as pessoas que precisarem de atendimento deverão fazer um agendamento prévio pelo “Zap da Cidadania” (21) 96992-9577. O Cecid fica na Rua Cônsul Francisco Cruz, 49, Centro de Niterói.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =