Niterói e SG têm queda na taxa de ocupação dos leitos para Covid-19

O Sindheleste que representa os hospitais particulares da região, informou hoje (22) que houve uma pequena queda na taxa de ocupação dos leitos de Covid-19 quando comparados a última semana, tanto em Niterói quanto em São Gonçalo.

Em Niterói, a ocupação dos leitos dos internados em terapia intensiva, teve uma queda na ocupação de 40% para 37%. Já os leitos clínicos, apesar de ter subido de 21% para 24% o percentual ainda configura estabilidade.

Já a rede pública de Niterói tem 60% de ocupação dos leitos e 48% das UTIs nos hospitais do SUS.

São Gonçalo, por sua vez, teve queda acentuada na taxa dos hospitais particulares. Os leitos clínicos, que fecharam a última semana com ocupação de 38% agora estão em 29%. As UTI caíram de 57% para 44%.

ESTADO DO RIO APRESENTA MENOR TAXA DE OCUPAÇÃO DE 2021

A rede pública do Estado do Rio de Janeiro registrou hoje (22) a menor taxa de ocupação do estado no ano de 2021. Os leitos clínicos reservados para pacientes em tratamento da Covid-19 estão em 34% de ocupação enquanto o CTI está na faixa de 55%.

O estado volta a um estágio de risco baixo, bandeira amarela, depois de enfrentar um nova onda da doença a partir de novembro. Dos 92 municípios, apenas onze aparecem com uma ocupação dos leitos acima de 70%, primeiro sinal de alerta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =