Niterói e Maricá terão de volta projeto Bom Dia

Wellington Serrano –

Niterói, considerada a “Cidade Sorriso”, tem ficado triste com o aumento da criminalidade nas ruas e comprovado pelas estatísticas. Levantamento de A TRIBUNA, com base nos dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), mostra que, na comparação dos dois primeiros meses do ano, 2018 bateu recorde do número de roubos a pedestres desde 2003, data do início dos registros: 400 casos foram relatados à Polícia Civil. Para combater essa realidade, o comandante do 12º BPM, coronel Márcio Rocha, disse retomar o Projeto Bom Dia Niterói e Maricá para amenizar a situação.

As pessoas agora sabem que estão na mira dos bandidos e estão em alerta, mudando hábitos para se protegerem. Do início de janeiro ao fim de fevereiro, foram computados 400 casos de roubos de pedestres. O índice dobrou se comparado com o mesmo período de 2013, cinco anos atrás. Em média, 13 pessoas são roubadas por dia na cidade.

Com medo da violência, os moradores evitam ficar em locais públicos à noite. “A cidade em determinada hora não tem policiamento nenhum. Depois dos últimos acontecimentos procuro não sair de madrugada, mas quando ando eu não fico de bobeira. Entre 0h e 5h não se pode dar mole, até fiéis que saem de vigília das igrejas estão sendo assaltados”, disse a presidente da Associação de Amigos e Moradores do Engenho do Mato (AAMEM), Simone Siqueira.

Os casos se repetem, de acordo com os niteroienses. A vendedora Maria Ferreira Gomes afirmou que os bairros estão se transformando em “regiões fantasmas”, já que a população está com medo de passar pelas ruas.

O comandante disse estar trabalhando 14 horas por dia, inclusive aos fins de semana, e explicou que o momento exige esse esforço alternado. “Estamos numa expectativa muito grande com esse processo de intervenção federal e espero que possa trazer melhorias efetivamente como se propõem”, disse o comandante.

Rocha afirma que a capacidade de investimentos está muito baixa e há carências de toda ordem no Estado. “Sempre achei que diante desta crise sem uma boa ajuda efetiva da União nós teríamos muita dificuldade de avançar. Estamos fazendo das ‘tripas coração’ e espero que possamos avançar neste 10 meses que faltam da intervenção. São 500 quilômetros quadrados de área em duas cidades importantes como Niterói e Maricá e mais de 600 mil pessoas, o que dá apenas um policial para cada 600 pessoas, quando o recomendado é um policial para cada 250 pessoas”, afirmou Rocha.

Mas nem tudo está perdido, segundo o coronel, que afirma que a melhoria das viaturas já está com recursos liberados e Niterói está incluída. “Já temos oficinas credenciadas aqui na nossa área e temos também um convênio com a Prefeitura. Então, são duas frentes para recuperação de nossa frota e esperamos melhoras nosso índice de disponibilidade de viatura, que hoje gira em torno de 35%”, contou.

A boa notícia que o comandante dá a população e que já a partir de abril 200 viaturas novas estarão nas ruas da cidade, junto com 128 novos carros tipo patamo. “Esperamos ainda os investimentos federais em mais veículos, armamentos e munições junto com a expertise do exército de organização, planejamento e logística, isso vai colaborar muito conosco para melhorar a nossa atuação e serviços”, explicou.

O comandante acredita que os novos governos, a partir de 2019, terão definidos horizontes melhores. “Com todos esse aporte definitivo vamos dar um novo rumo para a segurança da população do Rio de Janeiro e especificamente Niterói”.

O comandante tem dormido pouco para o combate diário da violência e ele tem motivos para isso. A cada sete minutos uma pessoa é morta violentamente no Brasil e no Estado não é diferente.

“Tem muitas armas de guerra circulando ainda. Ano passado foram 400 fuzis apreendidos retirados das mãos dos criminosos. Com essa intervenção até agora, esse ano, já foram apreendidas mais armas, munições e drogas do que no ano passado inteiro em termos gerais no país fruto do trabalho no controle das fronteiras”, explicou.

Mais viaturas nessa semana
Segundo o comendante, graças a parceria, através dos Proeis, na próxima terça-feira (13), às 9h, será feita a entrega de mais 15 viaturas pela Prefeitura de Niterói. “Graças também a Niterói Mais Segura estamos colocando mais viaturas nas ruas durante a noite e madrugada, e agora com esse incentivo esperamos dar mais mobilidade aos policiais que trabalham durante as folgas”, realçou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =