Niterói e Estado costuram parcerias importantes

Pedro conforte –

O Governo do Estado e a Prefeitura de Niterói firmaram três acordos na noite de ontem para as áreas de saúde, segurança pública e turismo. O governador Wilson Witzel (PSC) e o prefeito Rodrigo Neves (PDT) assinaram os termos de cooperação referentes à ampliação do programa Niterói Presente, a cessão do prédio da Maternidade Municipal Alzira Reis e do galpão anexo ao Mercado Municipal para a prefeitura. Durante a solenidade no Solar do Jambeiro, um grupo de manifestantes protestou contra o governador.

Um forte esquema de segurança foi montado para a chegada de Witzel. Rodrigo Neves o recebeu na porta do prédio histórico, acompanhado do deputado estadual Paulo Bagueira e secretários.

O prefeito contou que com essa assinatura, a partir de setembro o programa Niterói Presente poderá chegar aos bairros de Jurujuba, São Francisco e Charitas. Serão cerca de 30 agentes trabalhando por turno, funcionando no mesmo esquema operacional do restante dos bairros atendidos, como Centro, Icarai, Santa Rosa e Fonseca.

Sobre a Maternidade Municipal Alzira Reis, Neves irá dar a largada para obras de ampliação da unidade.
“Com este termo assinado tenho o orgulho de dizer que amanhã já dou a ordem de início da expansão da Maternidade Municipal Alzira Reis. Hoje atendemos diversas pessoas, não apenas de Niterói. Com a expansão poderemos atender plenamente a nossa demanda”, declarou Rodrigo Neves, que lembrou que serão investidos R$ 15 milhões na unidade, que passará a ser equipada com uma ala destinada a partos cirúrgicos.

Sobre a segurança pública, durante o discurso, Witzel lembrou que não está fazendo nada de diferente do que disse que faria durante a campanha e declarou que não irá voltar atrás nas políticas de segurança. “Não retrocederei. Se retrocedermos, teremos mais gente sendo morta. O roubo de cargas e carros e homicídios e roubo de rua sendo reduzido. Não aceitaremos que bandos de assaltantes estivessem na rua assaltando a população. É bom ele se render porque senão a gente vai continuar abatendo quem está de fuzil na mão”, falou.

No meio do discurso do governador, um pequeno grupo conseguiu entrar na solenidade e gritou “Tem que parar de matar aluno, governador!”. Os manifestantes foram contidos e retirados. Em resposta, Witzel declarou lamentar a morte de cinco jovens.

“Também sou pai, mas na semana passada eu enterrei três policiais. Ninguém aqui apareceu lá”, disparou, apontando para a imprensa que estava cobrindo o evento.

Gabinete em Niterói
Witzel disse que pretende ampliar a parceria com a cidade, inclusive com a transferência provisória do gabinete para poder despachar em Niterói.

“O Segurança Presente vai ajudar muito no trabalho junto à população de rua e ao comércio, para que a população possa continuar frequentando bares e restaurantes. Estamos nos empenhando na reconstrução de todos os municípios do Estado. Sei que não será uma tarefa fácil diante do quadro que encontramos o estado, mas estamos caminhando. Niterói não poderia ficar de fora e sabemos da importância destes termos de cooperação que atende a três áreas tão importantes”, salientou o governador Wilson Witzel. O governador ainda ressaltou que terá programas de incentivo ao turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *