Niterói decreta luto de três dias pela morte de Marlene Salgado

Assim como a Prefeitura de São Gonçalo, Niterói decretou luto oficial de três dias pelo falecimento, no sábado (21), da professora Marlene Salgado de Oliveira, aos 86 anos. Axel Grael usou as redes sociais para lamentar o falecimento da educadora que contribuiu muito para o ensino em várias cidades do Brasil.

A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) divulgou um comunicado de pesar sobre o falecimento da educadora.

O sepultamento aconteceu no Parque da Colina, na Região de Pendotiba, no próprio sábado. Marlene estava internada no Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) e deixou um grande legado para a educação em todo o país.

Marlene era reitora da universidade Universo e também fundou o Colégio Dom Hélder Câmara, em São Gonçalo e que tem unidade também em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói, junto com seu marido, o professor Joaquim de Oliveira que faleceu vítima de uma parada cardíaca em 22 de outubro de 2021. A professora deixa três filhos: Wellington, Wallace e Jefferson.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.