Niterói cria Observatório do Trabalho para retomada da economia

Marcelo Almeida

Buscando preparar Niterói para a retomada do crescimento econômico no cenário pós-Covid, o prefeito Axel Grael criou terça-feira (2) um Observatório do Trabalho, por meio de um decreto publicado no Diário Oficial. O órgão terá como objetivo preparar um diagnóstico do mercado de trabalho na cidade a partir do acompanhamento de indicadores econômicos.

Os nomes de todos os integrantes ainda serão anunciados, mas a coordenação do Observatório ficará a cargo de Brizola Neto (PDT), que traz a experiência de já ter sido ministro do Trabalho e Emprego no primeiro governo Dilma Rousseff, entre 2012 e 2013.

“A partir de um diagnóstico preciso iremos identificar os setores econômicos que mais geram empregos em Niterói e articular as políticas de qualificação e intermediação de mão de obra voltada para estes setores”, esclareceu Brizola Neto.

Os dados a serem trabalhados serão relativos ao emprego e a renda no município fornecidos pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, e pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, o grupo avaliará a eficácia das políticas públicas implementadas pela Prefeitura para formular soluções para a criação de emprego e renda.

O decreto afirma que a criação do novo conselho não trará aumento de despesas aos cofres públicos do município e que o Observatório do Trabalho funcionará de forma integrada com o Observatório de Indicadores do Município de Niterói (ObservaNit), que tem a finalidade de fortalecer a capacidade do município em monitorar, avaliar e aprimorar suas políticas públicas.

O Observatório do Emprego será composto por representantes de órgãos e secretarias já existentes, sendo um membro da Coordenadoria de Emprego e Renda, da Secretaria Executiva, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Secretaria Municipal da Fazenda, Secretaria de Ações Estratégicas e do Núcleo de Gestão Estratégica do Escritório de Gestão de Projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + seis =