Niterói: Compra da Coronavac não será possível mesmo com assinatura de memorando

O prefeito Axel Grael acaba de falar em sua rede social que conversou por videoconferência com o governador de São Paulo, João Dória, para garantir as 1,1milhão de doses da vacina CoronaVac para o município de Niterói. Mas essa compra não será possível.

De acordo com o governador de São Paulo, “a compra da Coronavac não será permitida, uma vez que foi assinado contrato de exclusividade com o Ministério da Saúde”. Com isso, Niterói vai integrar o plano de imunização do Governo Federal, que promete vacinação simultânea em todo o País.

Em dezembro, antes dessa decisão do Governo Federal, o ex-prefeito, Rodrigo Neves, esteve em São Paulo, no Instituto Butantan, e assinou um memorando de intenções para a compra da Coronavac.

“Já entrei em contato com o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde, Fiocruz e Butantan para comunicar que Niterói está preparada para iniciar a vacinação ainda este mês, com equipes e insumos necessários”, disse Axel Grael.

A compra integral das vacinas do Instituto Butantan pelo Ministério da Saúde é uma vitória do SUS. No entanto, Axel lembra que é preciso urgência do Governo Federal para colocar em prática o Plano Nacional de Imunização, do qual Niterói fará parte.

“Fomos a única cidade fluminense a participar do esforço mundial pela vacina, ao participar dos testes da fase 3 pela Coronavac, que alcançou excelente resultado imunizando 100% para casos graves e moderados e 78% para casos leves”, escreveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − cinco =