“Niterói Artes Cênicas” está sob nova direção

A atriz Gabriela Linhares assume a direção do “Niterói Artes Cênicas”, selo criado nesta gestão pela Secretaria Municipal das Culturas | Fundação de Arte de Niterói. Pensado pelo presidente da FAN, Marcos Sabino, a princípio como mecanismo de diálogo com a classe, o Selo está sendo elaborado por Gabriela, que entende a relevância do seu papel também no desenvolvimento do setor artístico e da cidade.

Sabino comentou a importância desse selo. “O selo não existia e a cidade conta com o Niterói Livros, Niterói Discos e Niterói Filmes. A minha ideia foi criar o selo para ter uma maior interlocução entre as pessoas. A Gabriela Linhares ela é uma pessoa muito legal e muito capaz. Agora é esperar o ‘velho normal’ para voltar a normalidade do setor cultural da cidade”, frisou.

O objetivo é estimular o desenvolvimento das artes teatrais e circenses no município. Entendendo o Teatro como uma ferramenta de transformação pessoal, social e política, pretende incentivar a pesquisa e o desenvolvimento de linguagens cênicas, voltado aos artistas e à população niteroiense. Uma das prioridades do Selo é a criação de um curso municipal profissionalizante, que faça da arte um instrumento de resgate social usando o artista como intercessor de integração e valorização pessoal, incentivando não só o ator, como também toda a parte técnica.

“O Teatro, como uma das principais e únicas artes efêmeras, tem o poder de reunir todas as outras manifestações artísticas. A música, como condutora de sentimentos. A expressão corporal, a dança e o movimento nas formas de diálogo cênico. A poesia e o poder da linguagem falada. As artes plásticas nos cenários, figurinos e iluminação. Além da multiplicidade artística como elemento principal: o ator, o humano”, explica Gabriela Linhares.

Entendendo o potencial cultural de Niterói, o projeto Artes Cênicas será votado à sociedade. Além de amparo à classe, o Selo proporcionará um teatro que represente a cidade e trabalhe por ela. A necessidade de proporcionar empregabilidade à classe, assim como a formação de plateia, é uma busca no âmbito nacional. Pensar em um local para desenvolvimento, pesquisa e mostras das artes circenses em Niterói, visto que a cidade tem grande número de artistas de circo que precisam de estímulo e políticas específicas. A criação de oficinas e laboratórios para reciclagem das companhias e a troca de conhecimento se fazem necessários para o incentivo à educação e à pesquisa. O intercâmbio com companhias de outras cidades e de outros países é um dos projetos para incentivar o artista a renovar sua linguagem e estimular a vocação de Niterói como vanguarda cultural.

Gabriela Linhares é atriz, diretora, dramaturga, educadora e produtora cultural. Pisou no palco aos 6 anos no ballet clássico. Aos 13 começou a fazer teatro profissional. Estudou ballet clássico até os 16 e técnica de Martha Graham dos 17 aos 21 anos. Aos 18, ingressou na faculdade de Artes Cênicas da UFRGS, onde foi presidente do Diretório Acadêmico por dois anos. Em Niterói, ajudou a desenvolver o Projeto Semente com o então Secretário de Cultura, Arthur Maia, onde atuou também como professora de teatro/arte (2015/2016).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − um =