Niterói apresenta maior desvalorização nos preços de aluguéis

Geovanne Mendes –

Não importa o bairro, quem anda pelas ruas de Niterói já vem observando que o número de placas indicando oferta de aluguel só aumenta, tanto de imóveis comerciais, assim como residenciais. Uma pesquisa realizada por uma empresa especializada no ramo imobiliário indica que devido a esta oferta de imóveis para alugar o preço nominal médio do metro quadrado para locação no Brasil atingiu o valor de R$ 22,86 em abril, desvalorização nominal de 8,56% em comparação com o mesmo período de 2016 (R$ 25). Em relação a março deste ano (R$ 23,08), a desvalorização foi de 0,95%. Niterói encabeça a lista das cidades do país onde houve uma maior desvalorização no preço do aluguel. A pesquisa retrata os oito últimos meses do mercado niteroiense, começando em setembro de 2016, quando o valor médio era de R$ 21,60 m². Em abril caiu para R$ 20, retração de 2,22%.

Com um apartamento de 60 m² no bairro do Barreto, na zona norte da cidade, a professora Jaqueline Santos, de 38 anos, sabe bem o que essa desvalorização significa. A professora ficou com o apartamento fechado esperando por inquilinos e só conseguiu fechar negócio depois que baixou o valor do aluguel.

“Eu queria R$ 700 no meu apartamento, mas não conseguia alugar. Fui obrigada a baixar para R$ 620 e aí consegui fechar negócio. O mercado imobiliário está sofrendo muito com a crise. Meus amigos também não estão conseguindo alugar as suas casas. Tenho que agradecer e rezar para que o meu inquilino cumpra com as obrigações”, comentou a professora.

De olho na situação do mercado imobiliário, que vive uma crise, muitos administradores e corretores aconselham os proprietários a baixarem o valor dos imóveis para evitar que fiquem fechados por longos períodos.

“Desde ano passado estamos tendo que abaixar o preço dos aluguéis. Conversamos com os proprietários e explicamos que mais vale baixar um pouco o valor e ter esse dinheiro todo mês do que deixar uma casa ou apartamento vazios por muito tempo”, comentou o administrador do Grupo Imóveis, André Simões.

Uma casa na Rua Noronha Torrezão, no trecho de Santa Rosa, foi anunciada no ano passado por R$ 1.500 e em fevereiro esse valor já estava em R$ 1.300, uma queda de 13,13%.

Algumas cidades ainda apresentam valores de locação acima da média nacional. É o caso de São Paulo, R$ 35,09/m², Rio de Janeiro, R$ 32,50/m², Brasília, R$ 31,82/m², Santos, R$ 29,67/m², e Recife, R$ 25,71/m².

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + cinco =