Niterói anuncia realização de 50 mil testes na próxima semana

Prefeitura está negociando diretamente com o governo chinês para agilizar entrega

A Prefeitura de Niterói vai iniciar nesta segunda (13) a distribuição de testes rápidos para os profissionais da rede municipal de saúde para detecção de coronavírus. O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), durante live com os secretários, explicou que a partir da próxima semana fará 50 mil testes na cidade. “Vamos seguir o protocolo dos epidemiologistas e infectologistas da Secretaria de Saúde para o processo de testagem massiva”, disse ele. O resultado é entregue em até 20 minutos após a coleta. Rodrigo Neves não disse por onde e como vai iniciar, mas disse que o equipamento garante a precisão das notificações. Ele disse que conseguir os testes está muito difícil, mas que assim identificará os casos mais brandos.

Segundo ele o Brasil é o país com menor testagem no mundo. 

“Para se ter uma ideia, Portugal com 12 milhões de habitantes já aplicou 80 mil testes e o Brasil com 200 milhões de habitantes só aplicou 60 mil testes. Por isso, esses números que são informados por nós pelo Estado e pelo país não refletem a realidade da epidemia. Provavelmente a realidade é cinco a dez vezes maior. É preciso transparência para informar isso para os cidadãos”, destacou o prefeito.

O prefeito disse que no dia 24 de abril vai começar o cadastramento para as pequenas e médias empresas sediadas em Niterói para terem capital de giro com a viabilização de créditos de R$ 50 mil, R$ 100 mil, R$ 150 mil e R$ 200 mil.

“Nosso objetivo é manter a economia de Niterói de pé durante o período em vigor das medidas de isolamento social é o Fundo Niterói Supera, que vai conceder esses empréstimos a juro zero para micro e pequenas empresas sediadas em Niterói. Além disso, o pagamento poderá ser feito em até 36 meses e haverá seis meses de carência para o início dos pagamentos”, ressaltou.

Rodrigo pediu a secretária de Fazenda Giovanna Victer para falar sobre a entrega dos cartões para o pagamento do auxílio aos microempreendedores individuais (MEIs), que a Prefeitura iniciará na próxima segunda-feira (13) para todos que fizeram a inscrição no site da Secretaria Municipal de Fazenda e possuem alvará em Niterói e que receberão, por três meses, um auxílio de R$ 500.

“Ainda é possível consultar no link da fazenda.niteroi.rj.gov.br/site/beneficio-mei-consulta-cronograma-entrega/ o dia, horário e local onde poderá retirar o seu cartão”, disse a secretária de Fazenda Giovanna Victer.

Ela disse que também na próxima segunda-feira (13) será aberto o cadastramento, no site da Secretaria de Fazenda, para empresas interessadas em aderir ao Programa Empresa Cidadã de Niterói. 

“Pelo programa, a Prefeitura de Niterói pagará um salário-mínimo, pelos próximos três meses, para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com alvará na cidade e que tenham até 19 funcionários. Espera-se, com a medida, proteger 10 mil postos de trabalho e beneficiar pelo menos 1.200 empresas. A expectativa é que no dia 5 de maio seja feito o primeiro depósito para as empresas que aderiram ao programa. Essas empresas não poderão reduzir o número de postos de trabalhos até outubro”, enfatizou a secretária.

CASOS — O prefeito atualizou os números sendo 125 casos de Covid-19 confirmados em moradores de Niterói, 27 hospitalizados (15 em UTI), 46 em isolamento domiciliar, 47 recuperados e cinco óbitos (4 pessoas acima de 60 anos e 1 pessoa de 39 anos). Rodrigo Neves destacou a proporção muito importante de pessoas curadas na cidade. “Niterói tem uma situação razoavelmente controlada da situação que aumenta a cada dia mais de maneira mais lenta do que no Rio de Janeiro”, disse.

O prefeito informou que, de acordo com o Ministério da Saúde, as grandes áreas metropolitanas estão entrando na etapa de aceleração descontrolada da epidemia e voltou a alertar sobre o crescimento do número de casos e óbitos pela doença. “Faça uma análise da sua parte para não chorar a perda dos entes queridos. Fique em casa nos próximos dias”, ressaltou.

Ele ressaltou que além do isolamento social a outra estratégia básica para evitar a propagação é a higiene higiene básica de lavar duas vezes ao dias as mãos.

“Negociei pessoalmente com a China para obter os respiradores para ficarmos desabastecido. Isso é muito importante, a população precisa saber que a maioria das cidades brasileiras não vão ter a assistência que Niterói está prestando”, afirmou o prefeito ao frisar que a arma mais importante para derrotar o vírus é o isolamento social.

MÁSCARAS — O prefeito chamou atenção, a partir de domingo, da obrigatoriedade em usar máscaras, ainda que sejam de tecido todas as vezes em caso de extrema necessidade quando precisar ir às ruas. Ele disse que a partir de segunda-feira (13) as igrejas e as Administrações Regionais vão continuar com a distribuição de 1 milhão de máscaras de tecido, que estão sendo produzidas na cidade, gerando empregos. “As equipes das administrações regionais vão estar nas proximidades de comércios entregando o equipamento a moradores”, disse o prefeito. As máscaras foram compradas de pequenas e médias confecções do município e são de tecido lavável. Junto ao equipamento, está sendo entregue um folheto explicativo sobre a forma correta de uso e orientações para o processo de lavagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 19 =