Nem e Rogério 157 ficarão no mesmo presídio

Rivais ferrenhos na guerra do tráfico, na disputa pelo controle da venda de drogas na Favela da Rocinha e em outras localidades do Rio, Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, e Antônio Bonfim Lopes, o Nem, voltarão a ocupar o mesmo território, mas agora na prisão. Em decisão tomada terça-feira, a 20ª Vara Criminal do Rio determinou que Rogério, preso em Bangu, seja transferido para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, mesma unidade onde Nem se encontra desde 2011.

Rogério 157 era o bandido mais procurados do Rio, com recompensa estipulada em R$ 50 mil. Ele foi preso em dezembro, na Favela do Arará, na Zona Norte do Rio, após uma verdadeira caçada para localiza-lo. Atualmente, Rogério está na Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino, Bangu 1, unidade de segurança máxima no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. Ainda não há data prevista para ele ser transferido.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio, a transferência de Rogério 157 para um presídio federal foi solicitada pela Secretaria de Segurança. A indicação do presídio de Porto Velho, no entanto, foi feita pelo Departamento Nacional Penitenciário (Depen). A transferência foi deferida pelo juiz corregedor federal que encaminhou a decisão para ser ratificada pelo juízo da 20ª Vara Criminal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *