Neilton Mullin tem contas rejeitadas e fica inelegível

Vereadores de São Gonçalo votaram ontem a favor do relatório da Comissão de Orçamento e Finanças rejeitando as contas do ex-prefeito Neilton Mullin referente ao ano de 2016. Foram 18 votos pela rejeição, cinco pela aprovação e três abstenções. O vereador Misael da Flordelis faltou a sessão. Com a votação, Mulim fica inelegível por oito anos.

O relatório seguiu orientação do parecer dado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apresentou quatro irregularidades e 30 impropriedades, entre elas de o governo ter desrespeitado o limite de despesa com pessoal desde o 2º quadrimestre de 2015 e pelo cancelamento de restos a pagar no valor de mais de R$ 12 milhões.

De acordo com o presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, vereador Nelson Ruas, o capitão Nelson, o ex-prefeito teve o direito de se defender, mas sua defesa foi infeliz em acusar os ex-secretários. “A Comissão e os vereadores garantiram o direito do ex-prefeito Neilton Mulin se defender, mas os seus advogados erraram em colocar a responsabilidade nos secretários municipais”, avaliou.

Os vereadores que rejeitaram as contas de Mulim foram: Alexandre Gomes, Maciel, Jalmir, José Carlos Vicente, Armando Marins, Gilson do Cefen, Vinicius, Natan, Seu Marco, Nelson Ruas, Cacau, Diney Marins, Salvador Soares, Peon, Professor Paulo, Eli da Rosa e Lucas Munis. Pela aprovação: Lecinho, Paulo César, Jorge Mariola, Iza Deolinda e Eduardo Gordo. Se abstiveram: Sandro Almeida, Getúlio e Gallo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *