Nanci recua e diz que incêndio pode ter sido acidental

Anderson Carvalho –

Apesar de a assessoria da Prefeitura de São Gonçalo ter enviado mensagem aos servidores públicos informando que nesta segunda-feira (18) não haveria expediente devido à interdição da sede da administração municipal por causa do incêndio na noite da última sexta-feira (15), alguns funcionários foram ao local, na Rua Feliciano Sodré, no Centro, e deram com as portas fechadas. Eles também ficaram curiosos para ver o estado do edifício. A Polícia Civil e a Defesa Civil Municipal fizeram vistoria ontem e informaram que somente amanhã a sede da prefeitura deverá reabrir para atendimento à população. O governo faz levantamento dos prejuízos.

A parte atingida pelo incêndio – Obras, Posturas, Meio Ambiente, Compras e Licitação – tinha muitos processos, alguns de vários anos. A prefeitura informou que está fazendo levantamento de quantos processos foram prejudicados e ainda vai definir o que fará com relação ao andamento deles e os prazos. O fato preocupa vários cidadãos, como o aposentado Carlindo Santos, de 69 anos. “Eu vim pegar o número de um processo que tenho no Setor de Patrimônio sobre a demolição de uma casa em um terreno no bairro de Bom Retiro. O prazo vence esta quarta-feira (amanhã) e não sei o que fazer”, contou.

Ainda de acordo com a assessoria da prefeitura, a perda material foi total na parte atingida – os setores ficam em um anexo nos fundos do prédio, construído na gestão do ex-prefeito Neilton Mulim – e o prejuízo ainda está sendo calculado. Foi definido que a Subsecretaria de Posturas será alocada para uma sala no Shopping Partage, perto da sede da administração. Já em relação às demais áreas não foi resolvido se serão alocadas ou não.

A Defesa Civil Municipal e a Estadual deverão emitir um laudo em 48 horas. Já a Polícia Civil, dentro de 30 dias. Embora na última sexta-feira, logo após o incêndio, o prefeito José Luiz Nanci tenha declarado que o fogo poderia ter sido criminoso, nesta segunda, ele recuou. Através de assessoria, o chefe do Poder Executivo informou que deu a declaração no “calor da emoção” e que considera que a causa pode ter sido acidental. De manhã cedo foi ao local verificar a situação do prédio e reunir-se com alguns servidores. Depois foi à inauguração da unidade do Sistema Nacional de Empregos (Sine), no bairro de Alcântara. Recebeu ainda telefonema do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, de solidariedade. “Mais cedo telefonei ao prefeito de São Gonçalo e manifestei solidariedade diante grave incêndio na sede Prefeitura de nossa cidade vizinha. Nossa solidariedade à cidade e à população de São Gonçalo diante mais um problema com incêndio que inviabilizou abertura da sede da prefeitura”, comentou Neves em uma rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − dois =