Mutirão em São Gonçalo

Wellington Serrano –

O mato que toma conta do canteiro central de vias duplas, como na RJ-104 (altura do retorno de Vista Alegre), em São Gonçalo, é apontado pelos moradores como um transtorno simples, mas que pode causar acidentes fatais. Por isso, um grupo de pessoas resolveu se reunir durante os fins de semana para realizar a limpeza do local.

Segundo o comerciante Leandro Suzarte, ouvido pela equipe de A TRIBUNA, foram seis domingos e dois sábados de mutirão para cuidar do bairro entre rodízios de grupos que trabalhavam com a roçadeira de óleo.

“No dia 25 encerramos essa primeira etapa de limpeza aqui em Vista Alegre. Estávamos incomodados com o mato que crescia desordenadamente entre as pistas da estrada e promovemos a limpeza completa do local”, disse o comerciante.

Segundo alguns usuários, a medida era necessária para evitar acidentes, dando mais visibilidade aos motoristas e reduzindo o risco do tráfego na pista. A limpeza, além de bem-estar, trouxe segurança aos moradores da região.

Conforme Suzarte, não há problemas em se ter vegetação nesses espaços, desde que ela seja planejada. “Sugerimos projeto de paisagismo para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) e a concretagem de uma parte do retorno de Vista Alegre que mais prejudica a visão. No entanto, nada foi feito. O matagal não é seguro. Em pontos onde há cruzamentos, o ideal é não ter nada atrapalhando a visão”, explicou.
O grupo revela que planeja expandir as ações nos bairros próximos. Segundo eles, o próximo local a receber o mutirão será o retorno de Marambaia.

“Nós moradores passamos ali todos os dias e em conversa com nossos amigos decidimos que este será o nosso foco do próximo mutirão”, comemorou a moradora Dayse Campos Mira Figueiro, de 50 anos, que é nascida e criada no Largo da Ideia. Segundo ela, é triste ver sinais de abandono por parte do poder público. “Abaixamos o mato para conseguirmos visualizar os carros, pois estava muito alto. Mas, já está crescendo de novo”, ressaltou a moradora.

A Prefeitura informou que realizou, em julho, algumas intervenções na RJ-104, incluindo reparos na via e tapa-buracos. No entanto, a rodovia é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), sendo dever deles a solução destes problemas. Ressaltou que a coleta de lixo está regular em toda cidade. Procurado, o DER-RJ não se pronunciou sobre o assunto até o fechamento desta edição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *