Municípios fluminenses recuperam 42% dos postos de trabalho

Um levantamento feito pela Firjan aponta que a indústria fluminense conseguiu recuperar, de julho a outubro, 42,3% dos postos de trabalho perdidos no período mais afetado pela pandemia.

Nos municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Tanguá e Rio Bonito, o mês de outubro representou o quarto mês consecutivo com saldo positivo de empregos formais. Foram mais de 1.400 vagas nos setores de comércio, indústria, serviços e agropecuária.

Pelo terceiro mês seguido (agosto a outubro), Niterói segue como o município que mais gerou emprego nessa microrregião.

Desemprego na pandemia – de acordo com a análise do setor industrial do Estado, que contempla a indústria de transformação, extrativa, de construção e Serviços Industriais de Utilidade Pública, mostra que foram perdidas 36.010 vagas de março a junho e recuperadas 15.225 entre julho e outubro.

O comércio recuperou de julho a outubro 31% dos postos de trabalho perdidos. Já o setor de serviços ainda apresenta saldo negativo no acumulado desde julho (-5.142), período considerado pelo indicador de Retomada dos Empregos, da plataforma Retratos Regionais.

O Estado do Rio acelerou o ritmo de contratações em outubro e apresentou saldo de 16.271 novos postos de trabalho com carteira assinada, quase o dobro do registrado em setembro (+8.966) e mais que o triplo de agosto (+5.152).

O comércio foi o setor que mais abriu vagas (+7.559), impulsionado pelo comércio varejista de vestuário e acessórios (+1.056). A indústria abriu 4.813 postos de trabalho e, o setor de serviços, 3.875. Na agropecuária o saldo foi de 24 novas vagas em outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 8 =