Mulheres viram alvos de assaltos e estupros em Maricá

Augusto Aguiar –

A incidência de ocorrências de roubos e estupros contra mulheres em Maricá passou a assustar os moradores, que ficaram perplexos com as três ocorrências registradas nos últimos dez dias. O último registro do gênero fora na madrugada da última terça-feira (07), quando uma vítima, que teve sua identificação preservada, foi assaltada e estuprada por um criminoso, que pode ter feito outras vítimas na região.

De acordo com relatos, o crime ocorreu no bairro Mumbuca, na região central da cidade, por volta das 3h30min. A polícia apurou que a mulher estava junto a um ponto de ônibus na Rua Abreu Sodré, próximo a ponte da Mumbuca, quando foi rendida pelo bandido, que estava armado. O criminoso a obrigou a seguir com ele até a varanda de um bar (que estava fechado). No local, a mulher teve que entregar os pertences e, em seguida, foi violentada. Após o ato, o criminoso fugiu e a vítima comunicou o fato a polícia, sendo encaminhada para exames no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro.

Cerca de 24 horas antes, outra mulher foi rendida, no início da noite de segunda-feira e assaltada por um homem armado na Rua 32, no Loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. Ela caminhava pela rua quando um homem em uma motocicleta parou na sua frente, ameaçando-a com uma pistola. Ele ordenou que a mulher entregasse seus pertences que estavam numa bolsa, fugindo em seguida. Aos policiais militares da 6ª Cia., a vítima explicou que o marginal usava capacete e trajava uma bermuda nas cores preta e cinza, e usava casaco de moletom preto. Nas primeiras horas da manhã do dia 29 do mês passado, uma jovem de 21 anos se tornou mais uma vítima, quando esperava o ônibus num ponto situado às margens da Rodovia RJ-114, que liga os municípios de Maricá e Itaboraí. A jovem foi ameaçada com uma faca e obrigada a entrar num carro conduzido por um homem, de aparentemente 30 anos, gordo e com uma tatuagem colorida no braço esquerdo. Também sob ameaça de morte, a vítima foi levada para a Serra do Lagarto, onde sofreu abuso sexual. Em seguida foi levada para as proximidades da Fazenda do Pilar, onde foi libertada. Através da descrição, a Polícia Civil está confeccionando um retrato-falado do estuprador.

Na tarde do dia 12 de outubro uma outra mulher sofreu uma tentativa de estupro quando passava pela Estrada do Retiro, no bairro do mesmo nome. A vítima, que não teve o nome divulgado, seguia para sua residência de bicicleta, quando de um matagal surgiu um homem sem roupas, usando uma touca ninja, que perseguiu a vítima correndo. A ação só foi impedida porque um veículo passou pelo local, o que inibiu o ataque do estuprador, que conseguiu fugir. Na madrugada do dia 29 de julho, PMs da 6ª Cia prenderam Renan de Almeida Ferreira, de 19 anos, que pulou o muro e invadiu uma residência, no Loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. De acordo com a polícia, o criminoso teria estuprado uma moradora do imóvel. O acusado foi conduzido e autuado na 82ª DP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *