Mulher vítima de estupro coletivo diz ter HIV

Uma mulher passou pelo terrível crime de um estupro coletivo praticado por cerca de 12 suspeitos em um local de pouco movimento da cidade de Itatiba, em São Paulo. As informações foram divulgadas por agentes da guarda municipal do município. A mulher teria informado aos agentes ser garota de programa e portadora do vírus HIV. O crime ocorreu na última sexta-feira (23). A mulher chegou a ser levada para atendimento em uma Santa Casa da cidade. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde da vítima após sofrer a violência ou se a mesma fazia algum tipo de tratamento para a doença. A Polícia Civil investiga o crime.

Vale lembrar que possuir o Vírus da Imunodeficiência Humana (conhecida pela sigla em inglês HIV) é diferente de ser uma pessoa portadora da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (conhecida pela sigla em língua inglesa AIDS), já que esta segunda é a forma mais grave da infecção caso a mesma evolua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dezessete =