Mulher é condenada a 17 anos por matar vizinha

Um desentendimento por motivo fútil terminou em morte em Guaxindiba, São Gonçalo. O motivo do assassinato teria sido uma acusação feita pela vizinha contra o marido de Beatriz Cristiane Olivares de Almeida sobre o furto de uma bomba d´ água e canos. Beatriz foi localizada e presa ontem por policiais da 79ª DP (Jurujuba) no bairro do Apollo III, em São Gonçalo. Ela foi condenada há 17 anos de prisão em regime fechado pelo crime. Um mandado foi emitido contra ela no dia 13 de julho de 2020 pela 4ª Vara Criminal da Comarca de São Gonçalo.

Depois de matarem a vizinha dentro da residência dela com golpes na cabeça, os envolvidos no crime ainda incendiaram parcialmente o corpo da vítima, colocaram os restos mortais em sacos de lixo e jogaram em um matagal no Gebara. De acordo com a Polícia Civil, o homem envolvido no processo já está preso. O caso foi investigado pela Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNISG).

Beatriz segue à disposição da justiça em uma unidade da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *