Mulher é baleada dentro de ônibus em Charitas

Pedro Conforte –

“Não conheço barulho de tiro, percebi que estava baleada quando senti a ardência na perna”, contou Zaira Magda Lena, de 48 anos, ferida de raspão na perna, nesta terça-feira (21), enquanto estava no ônibus e passava pela entrada do Morro do Prenventório, em Charitas, na Zona Sul de Niterói. O coletivo da linha 33, que faz o trajeto Jurujuba-Centro, passava pela Avenida Prefeito Silvio Picanço quando foi atingido por uma bala que veio da comunidade. Segundo testemunhas, a PM realizava uma operação na localidade.

Bala perdida em ônibus

“Seguíamos para o Centro de Niterói quando do nada escutamos um estrondo muito alto. Olhei para o vidro e nada tinha acontecido. Não achamos nada, porém a moça que estava na frente disse que era tiro. Nunca tinha escutado um tiro antes, mas segundos depois senti ardência na perna e me desesperei. Queimou muito”, desabafou Zaira Magda, depois de prestar depoimento na 79ª DP (Jurujuba).

Zaira foi socorrida por bombeiros, uma vez que o coletivo estava passando pelo quartel da corporação. Ela foi atingida na perna, pouco abaixo do joelho. Muito abalada, ela precisou ser medicada com calmantes.

O motorista – que preferiu não se identificar – contou que essa era a quinta viagem do dia e a última da manhã. “Faço essa linha há anos e nunca tinha passado por isso. Só percebi que a passageira tinha se ferido porque uma pessoa veio falar comigo. Foi um susto”, explicou.

De acordo com testemunhas, homens do 12º BPM (Niterói) realizavam uma ação no Morro do Preventório e minutos antes entraram na localidade pela Rua Doutor Leitão. Como foi apenas um tiro, a suspeita é que traficantes tenham atirado em direção à rua. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − quatro =