Mulher armada invade agência do INSS em Niterói

Momentos de pânico, na manhã desta segunda-feira (24), na Agência de Previdência Social (APS) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), localizada no Bairro de Fátima, região central de Niterói, ao lado do Hospital Municipal Carlos Tortelly. Uma mulher, supostamente armada, e acompanhada de uma criança de 10 anos, invadiu a agência, que teve funcionamento interrompido por alguns minutos.

Segundo relatos de testemunhas, a mulher, identificada pelas iniciais R. S. F., de 37 anos, e moradora do bairro de Jurujuba, chegou à agência com uma arma em suas mãos. Ela passou pelo aparelho detector de metais e se dirigiu ao banheiro feminino. Uma outra mulher, que estava na agência, foi usar o banheiro, viu a mulher armada, saiu e avisou a um dos vigilantes.

O segurança, então, pegou o celular, simulou e acionou a Polícia Militar, por meio do serviço 190. Enquanto isso, outro vigilante foi ao banheiro, a fim de abordar a suspeita. A mulher, visivelmente alterada, afirmou que gostaria de conversar com um médico. Um funcionário se disfarçou de profissional da saúde, trocando a máscara de tecido por uma hospitalar, e foi conversar com ela.

Agência chegou a ter funcionamento interrompido – Foto: Marcelo Feitosa

A mulher não chegou a falar por quais razões ela exigia ser atendida por um médico. Enquanto a viatura da PM não chegava, um segundo vigilante conseguiu imobilizá-la e a desarmou. Os profissionais de segurança descobriram que a arma, na verdade, era de brinquedo, ou seja, um simulacro. Minutos depois, uma equipe do 12º BPM (Niterói) chegou ao local e deteve a suspeita, que estava com um segundo simulacro.

Dois simulacros foram apreendidos com a mulher – Foto: Enviada pelo leitor

Segundo os agentes, a mulher aparentava ter distúrbios psicológicos. Ela foi conduzida à 76ª DP (Niterói) e, em seguida, à Delegacia da Polícia Federal (PF), também em Niterói, onde ficou detida e a ocorrência registrada. Procurado, o INSS confirmou a ocorrência e forneceu maiores informações, afirmando inclusive que a criança não seria parente dela.

“O INSS esclarece que uma Cidadã entrou na APS do Bairro de Fátima acompanhada de um menor, não se tratando de parente, e que a mesma portava uma arma, as autoridades competentes foram acionadas , a arma era de brinquedo e a mesma encontra se detida. A Agencia retornou em seguida ao atendimento normal”, diz a nota. Segundo a PM, a criança passou por atendimento médico e os militares tentarão localizar a família da menor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =