MPF pede ações para evitar dano ambiental nas praias de Arraial do Cabo

Wellington Serrano –

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (MPRJ) abriu inquérito para investigar o rompimento de uma tubulação que provocou a entrada de um material escuro nas praias de Arraial do Cabo. As águas da cidade, chamada de ‘Caribe brasileiro’, mudaram de cor nos últimos dias e se tornaram impróprias para o banho.

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) confirmou para A Tribuna que fez a coleta de amostras de água das praias do Forno, Prainha e dos Anjos, na última terça-feira (29), para análise e os resultados ficarão prontos na sexta-feira (1/02). O Inea confirmou que voltou a coletar amostrar ontem, mas não disse em que local.

Segundo informações, no inquérito instaurado pelo Ministério Público, a concessionária Prolagos e a Prefeitura de Arraial do Cabo precisam dar esclarecimentos sobre o ocorrido. As duas partes, porém, ainda não responderam o MP. O MP trabalha com a informação de que a tubulação da prefeitura se rompeu após uma forte chuva na última semana, levando os dejetos para as praias.

A prefeitura de Arraial do Cabo afirmou que as praias estão sendo monitoradas por equipes da Guarda Ambiental Marítima e Defesa Civil. Um mutirão para a limpeza de lixos e microlixos também está sendo realizado.

A Guarda Ambiental Marítima orienta banhistas a evitar o mergulho na Prainha, praia dos Anjos, praia do Forno e Lagos de Monte Alto. As Prainhas do Pontal do Atalaia, conhecido como “caribe brasileiro”, também foram afetadas.

Na segunda-feira (28), a Prolagos coletou amostras na Prainha e praia dos Anjos para avaliar se a água está contaminada. O material está sendo analisado por um laboratório credenciado pelo Inea (Instituto Estadual de Meio Ambiente). O resultado deve sair em 20 dias.

Ontem, pelo Wattzap de A Tribuna, o morador Jorge Mello Porto, enviou mensagem e disse que as condições de balneabilidade das praias já estavam se normalizando. “O local é tão abençoado por Deus que até a Prainha, que foi uma das mais atingida, já está melhorando a água. A Praia do Forno, que também teve a praia contaminada, também está melhorando”, declarou.

O Secretário Municipal do Ambiente, Márcio Croce, falou através do Facebook, ao vivo, ontem, sobre os transtornos causados pela forte chuva que atingiu Arraial do Cabo, na sexta-feira (25). Márcio também esclareceu o que levou a Secretaria a tomar medidas em relação às praias que ficaram impróprias após a chuva.

“Foram duas horas de chuva forte que alagou todo o município e tivemos diversas ocorrências e provocou o rompimento de uma tubulação da rede de águas pluviais na Prainha, que foi consertado no dia seguinte”, disse o secretário que prevê dias melhores nesta sexta-feira (31). “Pelos ventos e corrente que foram observados possivelmente as praias serão liberadas. Contudo, não vamos medir esforços para continuar a melhoria desta infraestrutura”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =