Movimento tranquilo no retorno à grade normal de horário das barcas

Na praça Arariboia, usuários comemoram normalização do sistema

Movimento tranquilo no primeiro dia de retorno à grade normal de horários de funcionamento das barcas, nesta quinta-feira (18). Usuários do sistema não enfrentaram problemas para embarcar na Praça Arariboia e comemoram a volta dos intervalos de 15 minutos entre as viagens, durante o horário de “pico”. No restante do dia, esse intervalo volta a ser de 20 min.

Em cumprimento à resolução da Secretaria de Estado de Transporte (Setrans), a partir desta quinta-feira (18), a operação das barcas, na linha Arariboia–Praça XV, retornou à grade de horário do período “pré-pandemia”. Com isso, nos dias úteis, as barcas voltam a ter intervalos de 15 minutos durante as viagens, no horário de 5h40min às 10h (considerado horário de pico), de 20 minutos no horário de 10h20min. às 22h (horário normal) e de 30 minutos dos horários de 22h30min às 23h30min. Aos sábados o intervalo entre as viagens passa a ser de 30 min, no horário das 5h30 min às 23h30min, enquanto aos domingos e feriados esse intervalo passa a ser de 60 min, também no horário das 5h30 min às 23h30min.

Nesse primeiro dia de retorno à grade normal de horários, movimento foi tranquilo na Praça Arariboia

Na Praça Arariboia, usuários do sistema comemoram o retorno da antiga grade de horário. O escrivão Bruno Santos comenta que, para além da maior oferta de horários, o retorno à antiga grade também significa maior segurança durante as viagens.

“Trabalho no Rio e preciso usar as barcas diariamente. Estava preocupado porque observei que, a medida em que a flexibilização das atividades foi fazendo com que as pessoas retornassem ao trabalho presencial, as viagens das barcas, que ainda operavam em horários reduzidos, estavam cada vez mais ‘cheias’, provocando muita aglomeração. Acho até que esse retorno demorou, já deveria ter ocorrido há mais tempo”, relata o escrivão.

O advogado Lucas Gal destaca a importância da redução do intervalo durante as viagens

Já para o advogado Lucas Gal, o maior benefício da redução do intervalo nos horários das barcas é a possibilidade de poder contar com o serviço durante um maior período.

“Esse retorno melhorará muito a nossa situação, pois, às vezes, perdemos o horário da barca e tínhamos que esperar por 1 hora para seguir viagem. Várias vezes precisei recorrer ao ônibus porque não podia esperar tanto tempo. Essa barca é uma ‘mão na roda’ para muitas pessoas e fico contente em saber que voltaram com o horário normal”, desabafa o advogado que relata já ter retornado ao trabalho presencial, há cerca de cinco meses. “Eu moro em São Francisco e a barca é muito mais cômodo para mim, pois posso vir de bicicleta até aqui e depois pegar a barca que me deixa próximo ao meu local de trabalho”, conclui Lucas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − dois =