Movimento fraco de saída e chegada nas rodoviárias de Niterói e do Rio

O reflexo do ano atípico, com a pandemia de Covid-19, provocou uma grande redução na procura por passagens no Terminal Rodoviário Roberto Silveira, em Niterói, tanto para deixar a cidade quanto o movimento de chegada, às vésperas do Natal. A queda estimada foi da ordem de 50%, de acordo com projeção da assessoria.

Procurando cumprir os protocolos de distanciamento, muitas pessoas que normalmente viajam nesse período de festas de fim de ano, decidiram ficar mesmo em casa. Outro motivo para o pouco movimento departida e chegada são os cancelamentos das festas de Réveillon oficiais, tanto no Rio quanto em outros estados e localidades.

O movimento de procura por passagens nos guichês do Terminal Rodoviária Roberto Silveira foi muito baixo (foto), com poucas passagens vendidas. No local, vários protocolos de distanciamento foram adotados, como uso de álcool em gel e muitas recomendações para o uso de máscaras, com cartazes de alerta e orientações espalhados. A redução do número de passageiros foi reduzida em 50% na comparação com o mesmo período do ano passado, que já havia sido considerado pequeno por conta da crise econômica.

O mesmo índice de queda de demanda foi registrado na Rodoviária do Rio (antiga Rodoviária Novo Rio). Os destinos mais procurados, mesmo com baixo movimento, foram cidades próximas do litoral, Serrana, Costa Verde, ainda no Rio, e estados como São Paulo, Espírito Santo, e Minas Gerais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =