Motoristas do Uber estão alugando carros para trabalhar

Aline Balbino

Clientes do Uber estão com a pulga atrás da orelha, pois descobriram que há diversos motoristas associados ao aplicativo que não trabalharam com seus próprios carros, mas sim com veículos alugados em locadoras de automóvel. Por conta de muita exigência, muitos clientes se preocuparam em saber se essa atitude é legal ou não. Mas, o Uber garante que sim. De acordo com a assessoria de imprensa, diferente de outros modelos de transporte individual de passageiros, no Uber a principal barreira de entrada é um carro. Entretanto não trata-se de ter “posse” sobre um veículo, mas sim ter acesso a ele e a sua documentação. Com isso, qualquer pessoa que tenha acesso a um veículo pode se cadastrar para dirigir na plataforma do Uber, desde que aprovada pelos processos de verificação de informações. Em média, o aluguel do carro custa em média R$ 1.700 e R$ 2.000.

O Uber exige as seguintes condições para ter motoristas parceiros: ser dono de um carro, ter acesso ao carro e documentação de um familiar, ter acesso ao carro e documentação de um amigo, ser parceiro de outro motorista-parceiro que tenha um carro já cadastrado na plataforma, financiar um carro em qualquer loja de sua preferência e alugar um veículo de uma locadora de sua preferência. A plataforma Uber negociou ainda condições especiais de locação de veículos com diversas empresas.

Quem continua não gostando nada dessa história são os taxistas. Segundo o presidente da Associação de Taxistas de Niterói, José da Associação, informou que com a chegada do Uber caiu houve uma queda de até 50% no número de autonomias em Niterói. O taxista Germano Rosemberg lamentou mais uma facilidade par aos motoristas do Uber.

“A gente limpa carro, paga impostos. Existe uma fiscalização muito grande em cima da gente. Os custos do taxista são muito grandes. Tenho muitos colegas que estão perdendo seus empregos, com medo pois não têm como se sustentar. Não aprovamos mais essa questão do aluguel dos carros. Porque nós temos que comprar os veículos e eles podem alugar. Isso é desigual”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + seis =